header top bar

section content

Presidente do Coren anuncia festa e diz que Enfermeiros pode prescrever medicamentos

Miguel explicou que visita várias cidades nessas datas, para levar cursos aos profissionais que estão inscritos no Coren.

Por

17/05/2014 às 18h00

Presidente do Coren fala sobre ações na PB

O presidente do Conselho Regional de Enfermagem da Paraíba (Coren PB), Ronaldo Miguel participou nesta sexta-feira (16), do programa Sertão Alerta da TV Diário do Sertão, para falar da semana de enfermagem, comemorada entre os dias 12 e 20 de maio.

Miguel explicou que está visitando várias cidades nessas datas, para levar cursos aos profissionais que estão inscritos no Coren. Ele destacou que a Paraíba já soma mais de 31 mil profissionais da área, e representa a segunda maior profissão do país.

O presidente do Coren-PB disse que a semana da enfermagem será encerrada na cidade de Catolé do Rocha.

Falando da profissão 
Segundo Miguel, o enfermeiro não é médico, nem o médico é enfermeiro, porém há uma diferença, quando o médico conclui uma cirurgia ele vai embora, já o enfermeiro fica e cuida das pacientes, por isso ele destacou que a profissão de “enfermeiro é a profissão do cuidar”. 

"Não somos a profissão mais importante que nenhuma outra, mas somos a profissão do cuidar”. Destacou.

Enfermeiro autônomo
Perguntado se o enfermeiro pode prescrever alguma medicação ao paciente, Miguel disse que sim. “Aqueles medicamentos que estão na lista do Programa de Saúde da Família (PSF) determina que os enfermeiros podem prescrever.”, Finalizou.  

Veja a entrevista completa a TV Diário do Sertão 

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:

“Boca Quente” fala sobre Nilvan, Josival, Gutemberg e narra fato que mais lhe chamou atenção na área policial

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Padre e missionários falam sobre recuperação de dependentes químicos na região de Cajazeiras

DIÁRIO ESPORTIVO

Ao lado de grandes nomes da imprensa, Diário Esportivo debate as rodadas da Série C e D do Paraibano

PARTIU PARA O ATAQUE

VÍDEO: Júnior Araújo diz que José Aldemir vai perseguir servidores que não apoiarem campanha de Paula