header top bar

section content

Vereador de Cajazeiras volta a denunciar irregularidades nas obras da transposição do Rio São Francisco. Vídeo!

De acordo com Marcos, os responsáveis pelas obras deixavam de aproveitar a mão de obra local para trazer funcionários de fora para trabalhar. Confira aqui!

Por

18/03/2014 às 16h23

Vereador Marcos do Riacho do Meio

Na última segunda-feira (17), o vereador de Cajazeiras, Marcos do Riacho do Meio (PT) voltou a falar sobre irregularidades ocorridas no canteiro de obras da transposição do Rio São Francisco na região de São José de Piranhas.

De acordo com Marcos, os responsáveis pelas obras deixavam de aproveitar a mão de obra local para trazer funcionários de fora para trabalhar.

Marcos disse ainda que, após várias reclamações, o problema está sendo resolvido e, a empresa Queiroz Galvão já começou a chamar pessoas da localidade para trabalhar.  

Segundo o vereador, a falta de emprego para sertanejos não é o único problema das obras da transposição. “São muitas irregularidades. Salário desigual de funcionário, gente trabalhando sem carteira assinada, entre outros”, disse.

Marcos assegurou que, caso a empresa pare de contratar sertanejos e volte a trazer mão de obra de outros estados, irá tomar as providências junto aos sindicatos cabíveis.

Entenda – No ano de 2013, o vereador Marcos do Riacho do Meio já havia denunciado a empresa vencedora da licitação, a Queiroz Galvão por não contratar mão de obra da região sertaneja para realização dos serviços na transposição do Rio São Francisco.

Veja Vídeo!

DIÁRIO DO SERTÃO

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor

ENTREVISTA

VÍDEO: Do vício em jogo à fama, ‘Rei das Tapiocas’ de Cajazeiras conta trajetória no programa Xeque-Mate

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan