header top bar

section content

Senador Vital lembra que o Dia de Finados, é dia de reflexão, de saudade e de esperança

Para o senador esse é o Dia do Amor, porque amar é sentir que o outro não morrerá nunca.

Por

02/11/2013 às 12h34

Neste Dia de Finados, o senador Vital do Rêgo (PMDB-PB) lembra a todos os brasileiros, em especial os paraibanos da importância desta data que celebra vida eterna das pessoas queridas que já faleceram. Para o senador esse é o Dia do Amor, porque amar é sentir que o outro não morrerá nunca.

Segundo ele, a dura realidade é que a morte faz parte da vida, é o fim do curso vital, é uma invenção da própria vida em sua evolução. Morrer é uma experiência profundamente humana. Então, a morte é um bem, uma manifestação da sabedoria do Criador. Para ele, o dia não é de tristezas mais de saudade e de lembramos dos nossos ente queridos que fizeram parte de nossas vidas e hoje já se encontram na eternidade. "Venho conjuntamente com minha família a celebrar nesta data a vida eterna do homem, advogado, o tribuno e pai Antônio Vital do Rêgo. Único e para sempre. Lembro com saudades dos que já partiram para mais perto de Deus e, a todos, quero materializá-los na imagem de meu pai, plenamente vivo em minha vida ", destacou.

Origem da data
Desde o século 1º, os cristãos rezam pelos falecidos; costumavam visitar os túmulos dos mártires nas catacumbas para rezar pelos que morreram sem martírio. No século 4º, já encontramos a Memória dos Mortos na celebração da missa. Desde o século 5º, a Igreja dedica um dia por ano para rezar por todos os mortos, pelos quais ninguém rezava e dos quais ninguém se lembrava.

Desde o século XI, os Papas Silvestre II (1009), João XVIII (1009) e Leão IX (1015) obrigam a comunidade a dedicar um dia por ano aos mortos.

Desde o século XIII, esse dia anual por todos os mortos é comemorado no dia 2 de novembro, porque no dia 1º de novembro é a festa de "Todos os Santos".

O Dia de Todos os Santos celebra todos os que morreram em estado de graça e não foram canonizados. O Dia de Todos os Mortos celebra todos os que morreram e não são lembrados na oração.

Secom

Tags:
NO ACÚSTICO DIÁRIO

VÍDEO: Músico que foi atingido por um tiro em São José de Piranhas se emociona ao relatar o fato

NESTE FIM DE SEMANA

VÍDEO: Comerciante africano traz a Cajazeiras feira popular de São Paulo que vende pela metade do preço

DIRETO AO PONTO

Nutricionista sousense fala sobre a hipertensão e ensina receita de sal de ervas

VÍDEO!

Diário esportivo fala sobre os craques da Copa do Mundo e o futebol amador da cidade de Cajazeiras