header top bar

section content

Homem é preso acusado de homicídio contra vaqueiro nessa segunda-feira. Foto!

João galego foi encontrado dentro do curral com perfurações de disparos de arma de fogo e pedradas.

Por Luzia de Sousa

29/04/2016 às 10h29 • atualizado em 29/04/2016 às 11h00

Jovem é acusado de matar homem no Sertão da PB

Um homem foi preso na tarde desta quinta-feira, 28, em Patos, acusado de matar o vaqueiro João Batista, conhecido por João Galego, na manhã da última segunda-feira (25), na Zona Rural de São José do Bonfim.

José Bruno de Brito Alves, 23 anos, foi preso após investigação do Grupo Tático Especial/Delegacia de Homicídio e Entorpecente da Polícia Civil bem como do Núcleo de Inteligência da Polícia Militar.

Veja também:

► Enfermeira do Samu sofre acidente quando se deslocava para o trabalho no Sertão. FOTO!

► Matéria de compra de bafômetro por Câmara do Sertão vira piada nacional e destaque na Globo; Vereador confessa beber todos os dias e diz que é recomendação médica. VÍDEO!

► ABSURDO: Político manda funcionária de hospital barrar pacientes do outro grupo na região de Sousa

Bruno foi conduzido para a Delegacia de Homicídio onde prestou depoimento e em seguida levado para o Presídio Romero Nóbrega, onde ficará à disposição da justiça. De acordo com o delegado, Gaudêncio Neto, as investigações com relação a este homicídio não param, bem como aos demais praticados em Patos e região.

João galego foi encontrado dentro do curral com perfurações de disparos de arma de fogo e pedradas.

Fonte por Acilene Candeia

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ENTRETENIMENTO

Maria Calado na TV com os integrantes do espetáculo “Trinca mas não quebra” e o cantor Lucas Soares