header top bar

section content

Delegada dá detalhes sobre caso de pedofilia envolvendo professor de Cajazeiras – Vídeo!

Ela explica que o caso está sendo investigado com basante sigilo por envolver uma criança e um crime 'delicado'

Por Jocivan Pinheiro

04/05/2016 às 17h51 • atualizado em 04/05/2016 às 20h38

A delegada titular da Delegacia da Mulher de Cajazeiras, Cristiana Roberta, revelou que a prisão de um professor de dança de 19 anos suspeito de pedofilia, ocorrida nesta terça-feira (3), por enquanto é um fato isolado e ainda não há provas de que o suspeito faça parte de alguma rede criminosa na cidade e região.

Veja também

EXCLUSIVO: Vereador de Cajazeiras nega denúncia de Pedofilia, revela que documento divulgado não existe no Conselho Tutelar e afirma que vai procurar Delegacia e Justiça; “Essa conselheira nem de plantão estava”

Ela explica que o caso está sendo investigado com bastante sigilo por envolver uma criança e um crime “delicado”, mas a Polícia Civil está investigando se há outros possíveis crimes dessa natureza na cidade.

“É lógico que a gente está analisando se existe qualquer interligação com outros casos, mas com relação à prisão em flagrante, é um fato isolado. Mas é uma investigação que dá margem para outras investigações e, sobretudo, para que essa condição de pedofilia seja muito bem analisada de uma forma geral na sociedade e punida com os rigores que precisa”, diz a delegada.

Cristiana confirma que material pornográfico infantil foi encontrado no celular do suspeito e ainda está sob análise dos investigadores. “É uma situação bastante delicada porque envolve criança. Por outro lado é uma pessoa da sociedade. É um delito muito delicado que precisa ter muito resguardo, tanto com relação às críticas sociais como com relação à natureza do delito. Mas estamos trabalhando com todos os procedimentos legais”, completa.

O professor foi preso em flagrante sob suspeita de possuir e produzir imagens de conteúdo pornográfico de uma criança da escola onde dava aulas. A denúncia foi feita por parte da família da vítima, que desconfiou que ele estaria  tentando conseguir imagens eróticas da vítima por meio de mensagens de áudio em aplicativos de celular.

DIÁRIO DO SERTÃO

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ALÍVIO

VÍDEO: Presidente da OAB de Cajazeiras afirma que a Comarca de Bonito de Santa Fé não será mais fechada

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa com a participação dos membros da Igreja Rei dos Reis

CADASTRAMENTO

VÍDEO: Prazo final para biometria na região de Catolé do Rocha é antecipado, e Justiça alerta eleitores