header top bar

section content

Após confusão em bar de Cajazeiras, policial é atropelado e atira em motorista do HRC

Segundo informações do Hospital Regional de Cajazeiras, motorista foi atingido no rosto e no abdômen, mas deu entrada consciente

Por Redação Diário

12/07/2016 às 19h43 • atualizado em 12/07/2016 às 19h44

Na foto-montagem, a vítima dos disparos e o seu veículo (Crédito: Ângelo lima)

Na foto-montagem, a vítima dos disparos e o seu veículo (Crédito: Ângelo lima)

Uma discussão entre dois homens em um bar no Sítio Capoeiras, em Cajazeiras, às margens da BR-230, na zona sul, terminou em tentativa de homicídio na tarde desta terça-feira (12).

Segundo as primeiras informações repassadas pelo comandante da Polícia Militar em uma rede social, um motorista do Hospital Regional de Cajazeiras (HRC) identificado como Chico Rolim e um policial militar reformado identificado como Sargento Adaílton se desentenderam durante uma bebedeira e a briga acabou em atropelamento e disparos de arma de fogo.

Os primeiros relatos dizem que após o bate-boca o policial resolveu deixar o local, mas foi perseguido pelo motorista, que teria colidido na traseira da moto de propósito e derrubou o sargento.

Nesse momento, o motorista teria acelerado o carro para cima do policial que estava no chão, que para se defender sacou um revólver e disparou cinco tiros contra o motorista.

Segundo as informações preliminares do HRC, o motorista foi atingido no rosto e na região do abdômen. Ele deu entrada consciente, mas seu estado é considerado delicado. Os disparos que atingiram o rosto não causam risco de morte. Mas os ferimentos no abdômen inspiram maiores cuidados.

O policial autor dos tiros, por sua vez, evadiu-se do local e até a publicação desta matéria ainda estava sendo procurado pela Polícia Militar.

DIÁRIO DO SERTÃO

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan

DIÁRIO ESPORTIVO

Diário Esportivo recebe os organizadores do 1º Eco pedal e o garoto prodígio do futebol Luiz Felipe

MENSAGEM DE ESPERANÇA

Programa Mensagem de Esperança com Maria Vitória e Rodrigo Almeida 11.08.2017

INTERVIEW

Educadora fala da infância difícil e sua trajetória de sucesso: ‘Faltava dinheiro, mas não alegria’