header top bar

section content

Carro roubado na cidade de Cajazeiras é usado em assalto de carro forte no Pernambuco

A Polícia Rodoviária Federal encontrou no mesmo dia um dos veículos usados no assalto ao carro forte.

Por Luzia de Sousa

10/08/2016 às 19h40

Carro é incendiado após assalto no estado do Pernambuco

Um grupo de criminosos explodiu um cofre e incendiou um carro forte nessa terça-feira (9), na BR-316, entre Floresta e Petrolândia, no Sertão de Pernambuco. De acordo com a Polícia Civil, os criminosos ainda roubaram uma quantia em dinheiro ainda não informada – que estava dentro do veículo.

Segundo a polícia, o motorista do carro forte e o segurança que fazia escolta do dinheiro não foram localizados. A Polícia Rodoviária Federal encontrou no mesmo dia um dos veículos usados no assalto ao carro forte.

O carro modelo SW4 de cor prata ano 2006 de placas KJH 4411 foi tomado por assalto no dia 05 de agosto, de um policial militar que reside no Estado do Ceará quando vítima transitava pela BR 230 nas proximidades do Presídio Padrão de Cajazeiras na PB.

Quando a vítima foi abordada por cerca de quatro a cinco elementos fortemente armados e inclusive com armas de grosso calibre obrigando o militar a descer do carro e correr no mato. Além do carro os meliantes levaram celular e dinheiro.

Após o assalto, os meliantes fugiram sentido a cidade de Sousa, várias viaturas da PM de Cajazeiras e outras cidades foram acionadas no intuito de localizar o carro e prender os marginais, mais sem sucesso.

Segundo informações o carro já foi reconhecido pelo militar, o veiculo não tinha seguro.

DIÁRIO DO SERTÃO com Angelo Lima

“Boca Quente” fala sobre Nilvan, Josival, Gutemberg e narra fato que mais lhe chamou atenção na área policial

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Padre e missionários falam sobre recuperação de dependentes químicos na região de Cajazeiras

DIÁRIO ESPORTIVO

Ao lado de grandes nomes da imprensa, Diário Esportivo debate as rodadas da Série C e D do Paraibano

PARTIU PARA O ATAQUE

VÍDEO: Júnior Araújo diz que José Aldemir vai perseguir servidores que não apoiarem campanha de Paula