header top bar

section content

Adolescente de 15 anos é assassinado com tiros na cabeça no Sertão da Paraíba

Ainda de acordo com informações da 2ª Companhia de Polícia Militar, o adolescente se encontrava sob medida cautelar.

Por Luzia de Sousa

01/09/2016 às 17h00 • atualizado em 01/09/2016 às 17h07

Jovem foi atingido por tiros no Sertão da Paraíba

O adolescente José Wermerson Xavier, mais conhecido como ‘Mega’, 15 anos foi assassinado a tiros, por volta das 3h da madrugada desta quinta-fera (1), na cidade de Santana de Mangueira, Sertão da Paraíba.

O crime ocorreu em frente ao posto de combustível, que fica localizado na saída da cidade, no sentido da rodovia PB 386. A vítima residia na rua Antonio Xavier, no bairro Santo Expedito, cidade de Santana de Mangueira.

De acordo com informações do Copom da 2ª Companhia de Polícia Militar, com sede na cidade de Conceição, um motorista de uma Van ligou para a companhia e informou que uma pessoa estaria caída nas proximidades do posto de combustível. Em seguida, uma viatura da polícia militar foi até o local e encontrou o adolescente caído no chão, já sem vida. Ele foi vítima de mais de um tiro na região da cabeça e morreu no local.

Ainda de acordo com informações da 2ª Companhia de Polícia Militar, o adolescente se encontrava sob medida cautelar.

O corpo será removido para o IML da cidade de Patos para que seja feito o exame cadavérico, para em seguida ser liberado para a família fazer o velório e, posteriormente, o sepultamento.

Até o fechamento desta reportagem, ninguém havia sido identificado como autor do homicídio.

Do Portal Vale do Piancó Notícias

“Boca Quente” fala sobre Nilvan, Josival, Gutemberg e narra fato que mais lhe chamou atenção na área policial

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Padre e missionários falam sobre recuperação de dependentes químicos na região de Cajazeiras

DIÁRIO ESPORTIVO

Ao lado de grandes nomes da imprensa, Diário Esportivo debate as rodadas da Série C e D do Paraibano

PARTIU PARA O ATAQUE

VÍDEO: Júnior Araújo diz que José Aldemir vai perseguir servidores que não apoiarem campanha de Paula