header top bar

section content

Jovem do Sertão é assassinado em São Paulo; Mãe lamenta: “Voltou para casa num caixão”; Ele faria aniversário nessa segunda-feira

As informações são de que ele foi morto a pauladas depois de sair com alguns amigos, possivelmente para beber próximo de casa.

Por Luzia de Sousa

16/10/2016 às 13h53 • atualizado em 16/10/2016 às 14h00

Jovem foi sepultado em Itaporanga

Expedito Anderson Firmino, conhecido como Gu, que faria 24 anos nessa segunda-feira, 17, foi encontrado sem vida nessa quinta-feira (13), em um matagal próximo da casa onde vivia, no bairro de Guaratinguetá, em São Paulo, onde morava e trabalhava como servente de pedreiro há 5 anos. As informações são de que ele foi morto a pauladas depois de sair com alguns amigos, possivelmente para beber.

Lamentável
Sentada na sala de casa, que fica em uma rua projetada do bairro Alto das Neves, em Itaporanga, no Sertão do estado, instantes depois da saída do corpo do filho para o cemitério, no começo da manhã deste domingo, 16, a mãe lamenta chorosa. “Lugar triste aquele: meu filho saiu com tanta vida daqui e voltou para casa em um caixão”, disse ela combalida emocionalmente.

Segundo ainda sua mãe, ele veio a Itaporanga há três meses visitar a família, mas passou pouco tempo: retornou para São Paulo, onde vivia maritalmente com uma mulher, mas não deixou filhos. O corpo chegou ao meio-dia desse sábado. Dezenas de pessoas, entre familiares e amigos, acompanharam o sepultamento nesta manhã, sob forte comoção. A mãe e o único irmão do jovem não tiveram disposição física e emocional para presenciar o enterro e ficaram em casa tomados pela dor.

DIÁRIO DO SERTÃO com Folha do Vale

DIÁRIO ESPORTIVO

Diário Esportivo recebe os membros da Associação dos ciclistas de Cajazeiras e região; Confira!

ADVERSÁRIOS ETERNOS

Breckenfeld diz que nunca será candidato a prefeito de São João nem aliado de Zé Aldemir: “Chance zero”

PSICOLOGIA & FILOSOFIA

Cajazeirense que vendia poesia pra pagar curso em SP fala sobre sonhos e objetivos no “Psicologia no Ar”

CÓDIGO COMPROVA

No 1º Xeque-Mate de 2018, tecnólogo diz que é fácil fraudar eleições com urna eletrônica e explica como