header top bar

section content

Proprietário da GENLUX que presta serviços a Cajazeiras morre em grave acidente – FOTOS

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) os dois veículos seguiam da cidade de Senhor do Bonfim a Juazeiro, ambas também no norte do estado.

Por Priscila Belmont

27/11/2016 às 09h32 • atualizado em 27/11/2016 às 11h47

Carro pega fogo e empresário morre carbonizado em acidente na Bahia (Foto: João Carvalho/Portal Jaguarari.com)

O empresário Rogério Silva Santos, proprietário da empresa de eletrificação GENLUX, que presta serviço a Prefeitura de Cajazeiras morreu carbonizado na noite de sexta-feira (25), após bater no fundo de um caminhão no quilômetro 112 da BR-407, em Jaguarari, no norte da Bahia.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) os dois veículos seguiam da cidade de Senhor do Bonfim a Juazeiro, ambas também no norte do estado.

O caminhão transportava cebola e também foi atingido pelas chamas, queimando totalmente. O motorista do caminhão conseguiu abandonar o veículo.

O corpo do empresário Rogério Silva Santos foi encaminhado para Instituto Médico Legal de Juazeiro (IML) e aguarda ser reconhecido pela família (que só tomou conhecimento da fatalidade na noite desse sábado 26). O reconhecimento deve ser feito através de exame de DNA.

O empresário residia na cidade de Patos, no Sertão do Estado, além de prestar serviços a prefeitura de Cajazeiras, a GENLUX atendia a outras prefeituras no Estado da Bahia.

Segundo informações o sepultamento do empresário será na cidade de Campo Formoso, na Bahia, cidade natal de Rogério Silva Santos.

.

DIÁRIO DO SERTÃO com G1

CALDEIRÃO POLÍTICO

Radialista comenta a polêmica união do Prefeito de São João do Rio do Peixe com Ricardo Coutinho. VEJA

CASOS QUASE PERDIDOS

VÍDEO: Médico cajazeirense relata ‘milagres’ na sala de cirurgia que ‘resgataram’ pacientes da morte

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

A divindade de Cristo e do Espirito Santo é bíblica? Programa Evangélico tira dúvidas em relação ao tema

EX-POLICIAL MILITAR

VÍDEO: Antes de virar pastor, ex-policial diz que matava pessoas porque resolveu “tomar o lugar de Deus”