header top bar

section content

PRF faz Operação Duas Rodas na Paraíba e recolhe 15 veículos irregulares; Moto conduzia cinco pessoas, entre elas três crianças

A prioridade foi os de duas rodas devido aos autos índices de acidentes envolvendo estes tipos de transporte. Dos 15 veículos retidos, 13 eram motos.

Por Luzia de Sousa

23/02/2017 às 07h31 • atualizado em 23/02/2017 às 08h35

Apreensão de veículos durante operação na BR (Foto: PRF)

Dando sequência à uma série de ações de fiscalização de veículos do tipo motocicleta, motoneta e ciclomotor (cinquentinha), que estão programadas para este ano, a Polícia Rodoviária federal (PRF) realizou na tarde de hoje (22), na BR 104, mais uma edição da Operação Duas Rodas. O município escolhido foi Cuité, localizado no Agreste da Paraíba, próximo à divisa com o estado do Rio Grande do Norte.

Os agentes da PRF abordaram diversos veículos ao longo da tarde. A prioridade foi os de duas rodas devido aos autos índices de acidentes envolvendo estes tipos de transporte. Dos 15 veículos retidos, 13 eram motos. E foram as estatísticas que levaram a Polícia Rodoviária Federal a tratar este tema como uma das prioridades do órgão. De cada 100 pessoas que morrem nas rodovias federais que cortam a Paraíba, 44 são usuários de duas rodas. Outro dado alarmante é o número elevado de pessoas que saem feridas gravemente em acidentes com motos ou cinquentinhas, que atinge 60 % em relação ao número total de feridos graves. Muitos condutores, sequer, possuem carteira de motorista (CNH).

Este fato implica em grandes riscos, pois, os condutores inabilitados não são conhecedores das regras de circulação e segurança, o que eleva o grau de risco de envolvimento em ocorrências de trânsito. Outra característica negativa encontrada no universo dos veículos duas rodas é uma grande variedade de atitudes imprudentes praticadas pelos condutores. Ultrapassagens pela direita, pelo acostamento ou sobre faixa contínua são corriqueiras. Trafegar pelas passarelas, sobre calçadas, não usar capacete e não licenciar o veículo, estão entre as principais irregularidades constatadas pela PRF. Todas estas levam estes condutores ao envolvimento em acidentes muito graves. Um dos abordados (foto) estava transportando outras quatro pessoas em sua motocicleta; três eram crianças com menos de 7 anos, que é a idade mínima para ser levada em uma moto. Nenhum deles usava capacete. A legislação diz que apenas duas pessoas podem ocupar um veículo de duas rodas.

Entre os dias 10 e 12 de fevereiro a PRF deflagrou uma operação semelhante nos municípios de Patos, Santa Luzia, Condado, Malta e Santa Terezinha, localizados no Sertão paraibano. Mais de 50 veículos de duas rodas foram recolhidos com diversas irregularidades. Um outro fato relevante envolvendo motocicletas e cinquentinhas é o número grande de ações criminosas praticadas por marginais que escolhem este tipo de veículo devido a sua versatilidade para situações de fuga. Por isso, a Polícia Rodoviária Federal busca reduzir também os índices de criminalidade realizando estas operações.

Assessoria

ALÍVIO

VÍDEO: Presidente da OAB de Cajazeiras afirma que a Comarca de Bonito de Santa Fé não será mais fechada

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa com a participação dos membros da Igreja Rei dos Reis

CADASTRAMENTO

VÍDEO: Prazo final para biometria na região de Catolé do Rocha é antecipado, e Justiça alerta eleitores

MITO DA INTERNET

VÍDEO: Fenômeno Gleyfy Brauly bate recorde de audiência no Xeque-Mate e canta sucessos no ‘imbromation’