header top bar

section content

Polícia prende dois comerciantes e apreende várias armas e munições na cidade de Coremas

Os dois vão responder na Justiça por posse irregular de armas de fogo de uso restrito. Geraldo e Antônio foram conduzidos para a Cadeia Pública de Coremas.

Por Priscila Belmont

23/02/2017 às 08h53

Polícia apreende várias armas e munições na cidade de Coremas

Policiais Civis da 17ª Delegacia Seccional de Itaporanga, por meio do Grupo Tático Especial (GTE) da Delegacia de Coremas, na região do Vale do Piancó, com o apoio de policiais da cidade de Patos, prenderam, na manhã desta quarta-feira (22), os comerciantes Antonio Passos da Silva, 50 anos, e Geraldo Alves da Silva, 62 anos. Eles são suspeitos de comercializar armas e munições na região.

A polícia chegou aos dois suspeitos quando investigava uma denúncia anônima feita para o número 197 Disque Denúncia da Secretaria de Estado da Segurança e da Defesa Social (Seds) sobre comércio ilegal de armas. Foram realizadas várias diligências para descobrir onde os responsáveis por este crime moravam e também identificá-los. Depois de uma campana, os agentes de investigação encontraram os suspeitos e a delegada Silvia Alencar solicitou à Justiça os mandados de busca e apreensão.

Os mandados foram expedidos pela Comarca de Coremas e cumpridos nesta quarta-feira nas residências e nos comércios dos suspeitos. No Sítio de Antonio, foram apreendidas uma espingarda calibre 36, um rifle calibre 22, chumbo, pólvora, espoletas, e cartuchos de vários calibres. Já na loja dele, de artigos de pesca, foram encontrados mais estojos de vários calibres, buchas, espoletas, pólvora para espingarda artesanal, chumbo, coldres para arma tipo revólver e R$ 3.575,00.

Em poder de Geraldo, que comercializa veículos na cidade, os policiais encontraram uma espingarda calibre 40, uma espingarda calibre 36, um revólver calibre 38, cartucheira, munições de diversos calibres e estojos de munição. Entre as munições também foi encontrada uma de calibre 12mm. Na Delegacia os comerciantes confirmaram que comercializam armas e munições de forma ilegal. Geraldo inclusive falou que esta é uma prática antiga com mais de 20 anos. Os dois vão responder na Justiça por posse irregular de armas de fogo de uso restrito. Geraldo e Antônio foram conduzidos para a Cadeia Pública de Coremas.

Secom

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa com a participação dos membros da Igreja Rei dos Reis

CADASTRAMENTO

VÍDEO: Prazo final para biometria na região de Catolé do Rocha é antecipado, e Justiça alerta eleitores

MITO DA INTERNET

VÍDEO: Fenômeno Gleyfy Brauly bate recorde de audiência no Xeque-Mate e canta sucessos no ‘imbromation’

CALDEIRÃO POLÍTICO

VÍDEO: Aliado releva que dois vereadores de oposição estão rasgando elogios ao prefeito Airton Pires