header top bar

section content

‘ATRAPALHOU O SONO’: Padrasto confessa que matou bebê por causa do choro da criança

Padrasto confessa que matou bebê por causa do choro da criança.

Por Luzia de Sousa

01/03/2017 às 14h03 • atualizado em 01/03/2017 às 11h09

Luan, de 21 anos, era padrasto de Mariah, de dez meses. Ele foi acusado de agredir e matar a criança. Depois de bater em Mariah, ele a socorreu. No hospital, Luan disse que a criança havia engasgado com iogurte. Os médicos suspeitaram da versão e descobrira, que o alimento havia sido jogado na boca na menina antes de chegarem ao hospital. Luan foi preso no velório. Na delegacia ele confessou o crime. Para justificar a morte da bebê, ele falou que a menina não parava de chorar e que atrapalhou o sono dele durante a noite. O crime foi em Santa Catarina.

R7

DIÁRIO ESPORTIVO

Tudo sobre as novas contratações e a preparação dos times para o Campeonato Paraibano 2018

PSICOLOGIA NO AR

VÍDEO: Psicólogos debatem comportamento do ‘stalker’ nas redes sociais e quando o amor se torna obsessão

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa: Em Continência ao Senhor Jesus com os membros da Igreja Batista Independente

MARIA CALADO NA TV

Com muita irreverência, banda Gata Dengosa estoura a audiência no programa Maria Calado na TV; ASSISTA!