header top bar

section content

‘ATRAPALHOU O SONO’: Padrasto confessa que matou bebê por causa do choro da criança

Padrasto confessa que matou bebê por causa do choro da criança.

Por Luzia de Sousa

01/03/2017 às 14h03 • atualizado em 01/03/2017 às 11h09

Luan, de 21 anos, era padrasto de Mariah, de dez meses. Ele foi acusado de agredir e matar a criança. Depois de bater em Mariah, ele a socorreu. No hospital, Luan disse que a criança havia engasgado com iogurte. Os médicos suspeitaram da versão e descobrira, que o alimento havia sido jogado na boca na menina antes de chegarem ao hospital. Luan foi preso no velório. Na delegacia ele confessou o crime. Para justificar a morte da bebê, ele falou que a menina não parava de chorar e que atrapalhou o sono dele durante a noite. O crime foi em Santa Catarina.

R7

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor

ENTREVISTA

VÍDEO: Do vício em jogo à fama, ‘Rei das Tapiocas’ de Cajazeiras conta trajetória no programa Xeque-Mate

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan