header top bar

section content

TRAGEDIA: Três irmãs são assassinadas; Quarta vítima se fingiu de morta para escapar da mira do suspeito que é ex-namorado de uma delas

Jovem de 24 anos diz que cometeu o crime por não poder ver o filho que tem com uma das vítimas.

Por Luzia de Sousa

02/03/2017 às 18h07

Foto: Reprodução/Rede Record

Três irmãs foram assassinadas a facadas no município de Cunha Porã, na região oeste de Santa Catarina, na última segunda-feira (27)

O principal suspeito de ter cometido o crime é um jovem de 24 anos, ex-namorado de Rafaela Horbach, 15 anos, que foi uma das vítimas

A vítima tinha um filho de dois meses com o suspeito. Segundo a polícia, o rapaz disse que cometeu o crime por ter sido impedido de ter acesso à criança

Segundo a Polícia, o suspeito ainda foi até a casa do marido de Julyana e o esfaqueou. O homem se fingiu de morto, e ainda conseguiu pedir ajuda aos vizinhos

O cunhado de Rafaela está internado em estado grave. O velório das três jovens aconteceu na tarde de terça-feira (28), em Cunha Porã

“Como eles não se derem bem, não chegaram a ficar juntos. Ele ameaçou de matar todos, e foi o que aconteceu. Duas semanas atrás foi registrado [o Boletim de Ocorrência], mas agora aconteceu isso aí”, disse o pai

R7

OPINIÃO CONTUNDENTE

EM DECADÊNCIA?: Ex-radialista compara as rádios de Cajazeiras a ‘relacionamento que perdeu o sabor’

QUER APROVAÇÃO?

ENEM 2018: Cursinho inova em Cajazeiras com grande equipe de professores e dinâmica moderna de ensino

PARA A ETERNIDADE

VÍDEO: Programação de 70 anos do Atlético começa com exposição histórica que promete encantar Cajazeiras

ALFINETOU

VÍDEO: Aliado do prefeito destaca asfaltamento de ruas de Cajazeiras e alfineta grupo de Carlos Antonio