header top bar

section content

NO CEARÁ: 6 pessoas morrem em troca de tiro com a polícia após atacar caixas eletrônicos e dois bancos; quadrilha era formada por Paraibanos

Dois homens foram presos. Polícia procura resto do bando de 20 homens.

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

01/04/2017 às 14h00 • atualizado em 01/04/2017 às 14h22

Homem morreu em troca de tiros com policiais após explosões a banco em Jaguaruana (Foto: Arquivo pessoal)

Pelo menos seis homens morreram e dois homens foram presos pelos ataques aos bancos e à Prefeitura de Jaguaruana na madrugada deste sábado (01). De acordo com o cabo da Polícia Militar Jaime Xavier, os policiais estavam aguardando há quatro noites um possível ataque da quadrilha. “Soubemos de ataques que eles fizeram nos estados vizinhos e já suspeitávamos que eles viriam para cá. Depois que abasteceram os bancos, foram quatro noites de tensão e expectativa, mas conseguimos revidar à altura”, diz o policial.

Os dois presos foram baleados durante a troca de tiro e recebem atendimento em hospital sob escolta policial.

Ainda de acordo com a Polícia Militar, outros bandidos baleados conseguiram fugir. “Muitos deles estão entocados nos matos, mas como eles estão sem socorro, é possível que aumente o número de óbitos dos bandidos, mas vamos tentar capturá-los antes que isso possa ocorrer”, afirma o policial.

Ainda de acordo com a PM, a quadrilha é formada por membros do Rio Grande do Norte e Paraíba e já realizaram “várias dezenas” de ataques a bancos em cidades do Nordeste. “Eles têm um modo de agir sempre igual, por isso conseguimos antever as ações e fomos bem-sucedidos. Nenhum policial foi ferido.”

A quadrilha é formada por cerca de 20 homens. Parte deles fugiu a pé e outros de carro. Nenhum dinheiro foi roubado, segundo o cabo da PM Jaime Xavier. “Foi uma tentativa frustrada porque nós conseguimos responder de forma rápida”, diz.

Conforme o relato do policial, os bandidos explodiram um caixa eletrônica na sede da Prefeitura de Jaguaruana, mas não conseguiram levar o dinheiro. “Depois eles tentaram explodir os bancos, mas nessa hora nós respondemos. As agências foram metralhadas por causa da troca de tiro, mas não foi levado nenhum dinheiro”, afirma o policial.

Explosivos, susto e pânico
Os policiais também localizaram uma mochila com explosivos abandonados em frente a uma rádio, que ficou interditada até a remoção do material. “Desde a madrugada que estamos assustados e muita gente da cidade ainda não dormiu. Foram muitos tiroteios, em muitos bairros, principalmente no Centro, onde estão os bancos”, diz uma funcionária da rádio que prefere não se identificar.

A polícia investiga se algum morador da cidade foi vítima de bala perdida, mas até a manhã deste sábado não havia confirmação de pessoas mortas que não fossem do bando.

DIÁRIO DO SERTÃO com G1

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor

ENTREVISTA

VÍDEO: Do vício em jogo à fama, ‘Rei das Tapiocas’ de Cajazeiras conta trajetória no programa Xeque-Mate

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan