header top bar

section content

Assaltante preso na região de Sousa em 2016 é morto em troca de tiros com policiais rodoviários federais no Rio Grande do Norte. Fotos!

Um veículo com dois homens furou o bloqueio dos agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) onde deu inicio a perseguição e troca de tiros

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

19/04/2017 às 10h04 • atualizado em 19/04/2017 às 10h15

Fuzis, pistolas, carregadores e munições foram apreendidos (Foto: PM/RN)

Um assaltante foi morto a tiros na manhã da terça-feira (18) após um confronto entre policiais militares e bandidos na RN-118 próximo ao município de Ipanugaçu no Rio Grande do Norte.

De acordo com informações da polícia, um veículo com dois homens furou o bloqueio dos agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) onde deu inicio a perseguição e troca de tiros. Um dos assaltantes identificado como “Luizinho” acabou sendo baleado e morreu no local. A PRF conseguiu apreender três pistolas e três fuzis, além de coletes à prova de bala e uma grande quantidade de munições.

“Pelo menos dois homens, o que morreu e um segundo suspeito que conseguiu fugir, participaram do confronto. Eles estavam em uma Amarok e se recusaram a obedecer a ordem de parada quando passaram por um posto de fiscalização na BR-304, em Mossoró. Como não pararam, houve perseguição. Quando a nossa viatura conseguiu se aproximar, já na entrada de Ipanguaçu, eles atiraram contra os policiais. Foi quando houve o revide”, relatou Tibério Freitas, da assessoria de comunicação da PRF.

“Luizinho” foi preso no dia 12 de março de 2016 em uma ação da Polícia Militar na cidade de São Francisco, região de Sousa. Além dele, mais três homens foram presos na ação policial e segundo a PM eles estariam planejando assaltar a agência dos correios da cidade.

DIÁRIO DO SERTÃO

VÍDEO!

Diário esportivo fala sobre os craques da Copa do Mundo e o futebol amador da cidade de Cajazeiras

EMPODERAMENTO

VÍDEO: Equipe Bike Girls de Cajazeiras promove neste final de semana pedal dedicado às mulheres

OUTRO LADO

Secretário de saúde diz que verbas federais serão mantidas e que o SAMU de Cajazeiras não vai fechar

PRECONCEITO

EM CAJAZEIRAS: Gari revela que as pessoas negam água e restaurantes proíbem entrada para comprar marmita