header top bar

section content

Agressão do “outro mundo”: funcionário de cemitério alega ter sido agredido por morto

A vítima, supostamente embriagada, teria acionado a Polícia Militar e afirmado que teria sido agredido por um desconhecido com uma paulada na cabeça.

Por Priscila Belmont

04/05/2017 às 09h15

Foto: Milton Rogério

Um caso inusitado foi apresentado no plantão policial na tarde desta segunda-feira, 1º, feriado dedicado ao Dia do Trabalhador: um funcionário do cemitério Santo Antonio de Pádua, localizado na rua Adolfo R. Caputto, na Boa Vista, alega ter sido “agredido por um morto”.

O São Carlos Agora apurou que a vítima, supostamente embriagada, teria acionado a Polícia Militar e afirmado que teria sido agredido por um desconhecido com uma paulada na cabeça.

Foi solicitado uma ambulância do Samu que encaminhou-o até a UPA Vila Prado onde passou por uma sutura no couro cabeludo, uma vez que abriu um ferimento de aproximadamente 7 centímetros. O funcionário apresentava ainda arranhões pelo corpo.

Durante o atendimento médico, indagado pela segunda vez sobre a agressão, o homem não conseguia pronunciar seu nome e nem a idade e mudou a versão dos fatos, ao afirmar que teria sido agredido por um morto.

Agora, a Polícia Civil terá um grande trabalho para apurar o autor da agressão. Deste, ou do outro mundo…

São Carlos Agora

PROCESSO DE MIGRAÇÃO

Diretor regional na Paraíba tira todas as dúvidas sobre abertura de novas contas dos servidores estaduais no Bradesco

MENSAGEM DE ESPERANÇA

Programa Mensagem de Esperança com Sara Sheyla e Nelson Dantas

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview