header top bar

section content

Agressão do “outro mundo”: funcionário de cemitério alega ter sido agredido por morto

A vítima, supostamente embriagada, teria acionado a Polícia Militar e afirmado que teria sido agredido por um desconhecido com uma paulada na cabeça.

Por Priscila Belmont

04/05/2017 às 09h15

Foto: Milton Rogério

Um caso inusitado foi apresentado no plantão policial na tarde desta segunda-feira, 1º, feriado dedicado ao Dia do Trabalhador: um funcionário do cemitério Santo Antonio de Pádua, localizado na rua Adolfo R. Caputto, na Boa Vista, alega ter sido “agredido por um morto”.

O São Carlos Agora apurou que a vítima, supostamente embriagada, teria acionado a Polícia Militar e afirmado que teria sido agredido por um desconhecido com uma paulada na cabeça.

Foi solicitado uma ambulância do Samu que encaminhou-o até a UPA Vila Prado onde passou por uma sutura no couro cabeludo, uma vez que abriu um ferimento de aproximadamente 7 centímetros. O funcionário apresentava ainda arranhões pelo corpo.

Durante o atendimento médico, indagado pela segunda vez sobre a agressão, o homem não conseguia pronunciar seu nome e nem a idade e mudou a versão dos fatos, ao afirmar que teria sido agredido por um morto.

Agora, a Polícia Civil terá um grande trabalho para apurar o autor da agressão. Deste, ou do outro mundo…

São Carlos Agora

NESTE FIM DE SEMANA

VÍDEO: Comerciante africano traz a Cajazeiras feira popular de São Paulo que vende pela metade do preço

VÍDEO!

Diário esportivo fala sobre os craques da Copa do Mundo e o futebol amador da cidade de Cajazeiras

EMPODERAMENTO

VÍDEO: Equipe Bike Girls de Cajazeiras promove neste final de semana pedal dedicado às mulheres

OUTRO LADO

Secretário de saúde diz que verbas federais serão mantidas e que o SAMU de Cajazeiras não vai fechar