header top bar

section content

Filha de vereador é morta a facadas em casa

Crime aconteceu na madrugada deste domingo (7) em Parnamirim. Filha do vereador Lucas de Jundiá, Lila Chagas tinha 25 anos.

Por Priscila Belmont

09/05/2017 às 10h35

Jovem de 26 anos foi encontrada morta a facadas dentro de casa (Foto: Arquivo Pessoal )

Uma jovem de 26 anos foi morta a facadas dentro de casa na madrugada deste domingo (7), no bairro Passagem de Areia, em Parnamirim, na Grande Natal. Lila Carla Chagas, de 25 anos, era filha do vereador Luis Cosme das Chagas (PSD) da cidade de Jundiá. Ninguém foi preso.

De acordo com a Polícia Militar, a mulher voltou de uma festa sozinha e chegou em casa por volta das 3h. Familiares tentaram contato com Lila durante todo o dia, sem sucesso. Por volta das 18h foram até a casa dela, onde encontraram o corpo. Ela morava sozinha.

A PM realizou rondas em busca de algum suspeito, mas até as 8h desta segunda, ninguém havia sido localizado. De acordo com informações do 3° Batalhão, o caso será investigado pelo Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). A motivação do crime ainda não foi esclarecida.

Mortes

Em menos de quatro meses, já passa de 800 o número de pessoas assassinadas este ano no Rio Grande do Norte. A média também é assustadora: são 6,7 homicídios por dia. Segundo levantamento feito pelo Observatório da Violência Letal Intencional do RN (OBVIO) – instituto que contabiliza e analisa os crimes contra a vida no estado – nunca se matou tanto. No topo da sangria está Natal. De 1º de janeiro até as 13h desta sexta-feira (28), foram registrados 218 homicídios na capital dos potiguares.

G1

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan

DIÁRIO ESPORTIVO

Diário Esportivo recebe os organizadores do 1º Eco pedal e o garoto prodígio do futebol Luiz Felipe

MENSAGEM DE ESPERANÇA

Programa Mensagem de Esperança com Maria Vitória e Rodrigo Almeida 11.08.2017

INTERVIEW

Educadora fala da infância difícil e sua trajetória de sucesso: ‘Faltava dinheiro, mas não alegria’