header top bar

section content

Jovens acusados de matar segurança a tiros durante festa de Carnaval em Sousa são condenados em regimes aberto e semiaberto; Saiba tudo!

O crime aconteceu ano passado na tarde do dia 09 de fevereiro numa festa de Carnaval no Campestre Clube de Sousa. Confira detalhes aqui!

Por Luzia de Sousa

18/05/2017 às 19h39 • atualizado em 18/05/2017 às 19h44

Júri ocorreu neta quinta-feira (18), na cidade de Sousa (Foto: João Fábio)

O Tribunal do Júri Popular da comarca de Sousa Nesta quinta-feira (18)  condenou os jovens Rafael Agripino da Silva e Matheus José de Sousa, ambos com 19 anos de idade, pelo crime de homicídio contra o segurança Edvaldo Laurentino da Gama, que na época tinha 27 anos de idade.

+ Segurança é assassinado a tiros na porta de clube na cidade de Sousa. Confira as fotos!

O crime aconteceu ano passado na tarde do dia 09 de fevereiro numa festa de Carnaval no Campestre Clube de Sousa. A vítima foi baleadA no momento em que prestava serviços a uma empresa terceirizada.

Acusação e defesa
Os advogados Eduardo Henrique Jácome e João Hélio Lopes informaram que os membros do conselho de sentença acolheram o pedido da defesa para desclassificar o crime para homicídio simples e consequentemente a redução da pena.

“Com isso, Mateus José teve a pena aplicada em cinco anos em regime semiaberto, enquanto Rafael Agripino passará quatro anos preso em regime aberto”, disse João Hélio.

Durante a sessão o Ministério Público foi representado pelo promotor de justiça Manoel Pereira de Alencar e o juiz José Normando Fernandes presidiu o julgamento popular.

Relembre o caso
O segurança Edvaldo Laurentino da Gama, de 27 anos, morador do bairro Sousa I, foi assassinado por volta das 16h desta terça-feira (09) na cidade de Sousa quando se encontrava trabalhando para uma empresa de segurança particular durante a festa de Carnaval do Riachão Campestre Clube.

O rapaz foi baleado no momento em que prestava serviços no evento de Carnaval a uma empresa terceirizada. A primeira suspeita de autoria recaiu a um rapaz conhecido como Nandinho do Guanabara, mas foi descartada pela polícia depois de alguns levantamentos.

DIÁRIO DO SERTÃO com Cidade Notícia

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com os membros da Igreja Fonte de água da vida e o Pr. Nilton

ENTREVISTA BOMBÁSTICA

VÍDEO: Declarações polêmicas e provocações marcam o programa Xeque-Mate com o ex-prefeito Carlos Antônio

VÍDEO

Ex-aliado diz que prefeito de Cajazeiras forma “organização criminosa” e aponta gordas gratificações

DIÁRIO ESPORTIVO

Confira o resumo da rodada no programa Diário Esportivo com Luiz Júnior