header top bar

section content

Operação acaba com quatro suspeitos mortos e comandante diz que bando usava arma da 2ª Guerra Mundial

O comandante informou que com o grupo foram apreendidos três fuzis, entre eles um AK47 (Arma Russa fabricada na 2ª Guerra Mundial).

Por Luzia de Sousa

04/09/2017 às 07h44

O Comandante do 3º Batalhão de Polícia Militar, com sede em Patos, o Tenente-Coronel Cunha Rolim usou as redes sociais na noite desse domingo (3), para divulgar um balanço da operação que resultou na morte de quatro suspeitos de explodir uma agência bancária na cidade de Brejo do Cruz, Sertão da Paraíba.

+ VÍDEO: Quatro bandidos foram mortos em troca de tiros com a Polícia após assalto no Sertão; Um PM ficou ferido

O Tenente-Coronel informou que guarnições do 12ºBPM, juntamente com PMs do Brejo do cruz, e o Bope de Patos e da Polícia Militar do Rio Grande do Norte realizaram diligências em busca do bando armado que sitiaram o Brejo do Cruz e explodiram sem levar o dinheiro do Bradesco. Na fuga os criminosos, que conduziam duas caminhonetes, sendo uma Hilux preta e uma Frontier branca, além de utilizarem um carro da marca Jac, pra interditar uma ponte que dá acesso a cidade de Catolé do Rocha. A fuga dos suspeitos se deu no sentido do RN via são José de Brejo do Cruz, na PB, em busca de Janduís, RN
De acordo com o comandante, a polícia seguiu algumas pistas deixadas pelo bando que continuava em fuga, agrupou o efetivo policial da sede de Catolé do Rocha, com apoio do Bope de Patos, guarnições de Brejo do Cruz, na PB e Patu no RN, de maneira que novas pistas levavam a uma área rural, situada entre as cidades potiguaras de Janduís e Campo Grande.

Polícia desarticula quadrilha no Sertão da Paraíba

Segundo Cunha Rolim, os policiais conseguiram chegar a uma casa e perceber movimentação estranha e ao realizar aproximação foram recebidos a tiros, no momento que passaram a revidar. Ele explicou que os policiais ainda verbalizaram com a promessa dos suspeitos abaixarem as armas e se entregarem, porém, novamente voltaram a atirar na tropa, que revidou, atingindo quatro deles, que chegaram a ser socorridos para Brejo do Cruz, mas acabaram falecendo. Na ocorrência um policial militar da Paraíba foi ferido no pescoço, sem gravidade, foi socorrido para Jardim de Piranhas e depois para Caicó-RN, e seu quadro é estável.

Carro possivelmente usado pelos assaltantes

O comandante informou que com o grupo foram apreendidos três fuzis, entre eles um AK47 (Arma Russa fabricada na 2ª Guerra Mundial) e um AR15, três espingardas cal 12 e duas pistolas, além de explosivo em forma de emulsão. Cunha Rolim disse prestou informações a Polícia Civil de Brejo do Cruz e agora os policiais irão conduzir o armamento para delegacia seccional de Patu-RN, que fará a apuração do confronto que terminou com a morte de quatro suspeitos.

DIÁRIO DO SERTÃO

“Boca Quente” fala sobre Nilvan, Josival, Gutemberg e narra fato que mais lhe chamou atenção na área policial

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Padre e missionários falam sobre recuperação de dependentes químicos na região de Cajazeiras

DIÁRIO ESPORTIVO

Ao lado de grandes nomes da imprensa, Diário Esportivo debate as rodadas da Série C e D do Paraibano

PARTIU PARA O ATAQUE

VÍDEO: Júnior Araújo diz que José Aldemir vai perseguir servidores que não apoiarem campanha de Paula