header top bar

section content

Morre na China chefe de cozinha paraibano mais famoso do mundo gastronômico

Segundo informações de familiares, Valdenir, voltava para seu apartamento depois de mais uma noite de trabalho, quando sofreu o acidente que o vitimou. Ele nasceu em Cajazeiras e estava na China.

Por

25/03/2009 às 03h11

Por volta das 04h00 da manhã ( horário da China ) e 16h00 ( horário de Brasília ), desta terça-feira(24), o cozinheiro paraibano, natural de Cajazeiras, Valdenir Augusto de Souza, conhecido no mundo gastronômico como Loya, 33 anos, faleceu vitima de um acidente de moto.

Informações preliminares de familiares, dão conta que Valdenir, voltava para seu apartamento depois de mais uma noite de trabalho, quando sofreu o acidente que o vitimou. Ainda não se sabe como aconteceu o trágico acidente.

Segundo o sócio do cozinheiro paraibano, nesta quarta-feira(25), a policia chinesa irá desvendar como aconteceu o acidente, por meio de câmeras que ficam espalhadas por toda a cidade de Pequim.

A carreira na culinária
Loya se destacou como chefe de cozinha e era sócio da rede ALAMEDA Brazilian Restaurant, vencedor nos últimos cinco anos de prêmios de melhor restaurante da capital chinesa.

Na última Olimpíada, Loya foi premiado como o melhor chefe de cozinha, tendo sido matéria nacional através do Portal de Notícias UOL e outros veículos de comunicação.

Valdenir saiu de Cajazeiras, do bairro Vila Nova, aos 17 anos, indo em busca de ganhar a vida na cidade de São José dos Campos, onde morou três dias embaixo de um viaduto até conseguir seu primeiro emprego, em uma quitanda, que era fornecedora do melhor restaurante da cidade, onde pouco tempo depois surgiu uma vaga e lá foi Loya ser auxiliar de cozinha, chegando a ser chefe em pouco dias.

src=http://pbagora.com.br/userfiles/valdemir3.jpg

A mudança para China

O dono do restaurante paulista, que trabalhava no programa espacial do Brasil, acabou se mudando para a China no esforço de cooperação dos dois países. Quis abrir novo restaurante no novo país. Para tomar conta das panelas, chamou Loya, que aceitou a mudança radical no ano de 2005, deixando mulher e filho em João Pessoa.

Pouco tempo após se instalar na China, o cozinheiro conseguiu a façanha de ser acionista da rede de restaurantes, comprar ações passando a ser sócio do grande negocio.

Loya a cada ano crescia como empresário e já havia comprado apartamentos em Pequim, com o lucro dos seus investimentos profissionais.

As raízes
Originário de família humilde, Valdenir era o filho mais velho de dona Dejanira Sousa Silva, viúva. Emocionada ela diz não acreditar na morte do filho que era o orgulho da família.

A ultima estada de Loya a Cajazeiras, foi no mês de dezembro, quando esteve visitando os familiares, coisa que fazia religiosamente todos os anos segundo Luciano, seu único irmão homem.

Luciano informou que falou por telefone com Loya na ultima quarta-feira(19), e seu irmão demonstrava muita confiança e saudade da sua terra natal. “Tomamos conhecimento do trágico acidente , por telefone, foi um choque para toda a família e para os amigos, pois meu irmão era uma pessoa muito bem quista em nosso bairro, não só pela posição social dele, mais pela amizade que ele deixou plantada e que nunca desprezou” Finalizou Luciano, irmão de Valdenir. (Escute a entrevista com Luciano irmão de Loya – click aqui)

src=http://pbagora.com.br/ew3press/conteudo/20090324204547.jpgO futuro
O cozinheiro paraibano estaria agendado com o programa Ana Maria Braga, da Rede Globo de Televisão para o mês de junho, onde passaria, segundo os familiares uma semana em Cajazeiras participando dos festejos juninos.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, reservou com o cozinheiro, no Alameda Brasilian Restaurant, um jantar para a comitiva brasileira que estará em visita a China no próximo mês de abril.

O sepultamento
Segundo informações da família, o corpo de Valdenir, deverá ser trasladado nesta quarta-feira(25) para João Pessoa e em seguida conduzido para a cidade de Cajazeiras, onde será velado e sepultado na próxima sexta-feira(27).

Familiares e amigos lamentam o prematuro falecimento do mais famoso cozinheiro paraibano, que bem representou Cajazeiras e o estado na capital mais habitada do mundo.

JOSELITO FEITOSA
Da Redação do Diário do Sertão

PROCESSO DE MIGRAÇÃO

Diretor regional na Paraíba tira todas as dúvidas sobre abertura de novas contas dos servidores estaduais no Bradesco

MENSAGEM DE ESPERANÇA

Programa Mensagem de Esperança com Sara Sheyla e Nelson Dantas

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview