header top bar

section content

Confira as quentes da semana na política de Cajazeiras na coluna Faisqueira

Um grupo de importantes figurões do mundo político da Região do Alto Piranhas, convidados ilustres do empresário João Claudino, para a bela festa de confraternização de suas empresas...

Por

25/01/2009 às 19h56

Bem longe daqui
Um grupo de importantes figurões do mundo político da Região do Alto Piranhas, convidados ilustres do empresário João Claudino, para a bela festa de confraternização de suas empresas, na borda da piscina do hotel onde estava hospedado, a ex-prefeita de Poço de José de Moura teria feito o seguinte comentário, em tom meio-zangado e de arrependimento: fui traída, escanteada e humilhada pelo meu sucessor.

Bem perto daqui

A ex-prefeita do Poço de José de Moura, Aurileide Moura, teria entregado um documento ao prefeito eleito Peixe Moura, às vésperas de sua posse, pedindo para manter “todo mundo” em suas funções. O prefeito recebeu o documento e silenciou.

Bem perto daqui 2
Na solenidade da posse, depois do discurso, Peixe Moura puxou do bolso do paletó a relação dos seus secretários e dos 12, manteve dois irmãos da ex-prefeita em suas funções: Aurineide Moura na saúde e Aureliano nos transportes e uma prima Ana Neide de Moura na Ação Social. A “raiva” da ex, talvez, se deva porque o prefeito resolveu querer também indicar alguns nomes de sua estima na formação de sua equipe. Um cidadão da cidade do Poço comentou: “pensavam que Peixe ia ser um pau mandado, que pena”.

Bem perto daqui 3
Foi celebrado, recentemente, um encontro entre Peixe Moura e Paulo Braz (opositor de Peixe nas eleições para prefeito) e teve como intermediário o lojista Pedro Mangueira e contou também com a presença de Dona Teresinha, irmã de Peixe e mãe de Paulo Braz e de Clodoaldo, irmão de Peixe Moura. Paulo Braz que tinha entrado com uma ação de anulação da eleição de Peixe e tinham outras ainda para entrar na justiça comunicou ao mesmo que estava retirando todas elas e que ele podia ficar tranqüilo.

Bem perto daqui 4
Mais detalhes desta conversa entre Paulo e Peixe poderá ter repercussão num futuro não tão distante. Um fato chamou a atenção: na posse de Peixe, quando em seu discurso disse que não seria candidato a reeleição. Quem sabe nesta conversa não passou por um possível acordo para Peixe apoiar Paulo nas eleições de 2012?

Uso indevido
Um auxiliar do primeiro escalão do prefeito Léo Abreu foi visto desfilando em um automóvel pertencente à prefeitura de Cajazeiras, em pleno final de semana e sendo utilizado para fins particulares. E pode? Um popular ao presenciar o fato, comentou: esta é a nova forma de governar de Dr. Léo?

Caça as bruxas
Dr. Léo poderia, quando enviar para a Câmara o projeto da reforma administrativa, criar um função de “caçador de bacurau” e nomear um cidadão que anda de repartição em repartição e aos gritos querendo saber se naquele local tem algum “bacurau” (eleitor de Carlos Antonio) e existindo telefona de imediato para o “seu chefe” mandar botar pra fora. Uma cidadã ao presenciar o fato comentou: que coisa mais ridícula, isto é mesquinharia e pura perseguição política.

O “Leão” deu outro esturro

O médico Antonio Vituriano, pai do prefeito de Cajazeiras, foi substituir o filho num batizado e depois da cerimônia religiosa, durante os comes e bebes, na hora da saída foi indagado por um popular se seria candidato a deputado estadual e teria respondido que sim. E lhe retrucaram, mas o candidato não é Dr. Adjamilton? Na bucha teria dito: você já viu “pato” ganhar de “Leão”. Todos riram.

Desprestigio

Um vereador da base aliada do prefeito de São João do Rio do Peixe, médico Lavoisier Dantas, estava muito chateado com a atitude do prefeito por ter nomeado a professora Teresinha Seixas como secretária de educação de sua terra. Teria afirmado ainda: em nossa terra tem mais de uma dezena de homens e mulheres capazes de assumirem esta pasta e não seria necessária importar de Cajazeiras uma mulher para comandar o destino da educação de São João.

Areia nos olhos

Está circulando como um rastilho de pólvora pela cidade uma noticia de que um auxiliar do governo Léo Abreu teria vendido a um empresário da construção civil cinco caçambas de areia. Mas isto não teria nenhum motivo de espanto se os equipamentos utilizados não pertencessem à prefeitura de Cajazeiras. Estão pipocando de todo lado, no governo Léo Abreu, vários casos desta natureza. Tem gente querendo prejudicar o seu governo. É bom lembrar que “mato tem olhos e parede tem ouvido”.

Vaca no pasto errado

Uma vaca que teria sido apreendida pela carrocinha da prefeitura, não tomou o destino, como de costume, do Parque de Exposições de Animais Antonio Cartaxo Rolim, mas a de uma propriedade de um determinado cidadão e para ser liberada teriam exigido do dono da vaquinha a importância de R$150,00. Um popular ao tomar conhecimento do fato, indagou: existe esta multa pela correição do animal e o que esta vaca teria ido fazer em outro pasto?

Do Jornal Gazeta do Alto Piranhas

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ENTRETENIMENTO

Maria Calado na TV com os integrantes do espetáculo “Trinca mas não quebra” e o cantor Lucas Soares