header top bar

section content

Léo x Carlos Antonio: transição começa a acontecer

Depois de muita indefinição, as duas equipes de transição de Cajazeiras, a do prefeito eleito Léo Abreu e a do atual prefeito Carlos Antonio de Oliveira, se reuniram pela primeira vez, nesta terça-feira (25), para tentar traçar os caminhos mais práticos para a passagem de governo. Ainda sobrou tempo para Léo alfinetar seu desafeto declarando […]

Por

29/11/2008 às 18h18

Depois de muita indefinição, as duas equipes de transição de Cajazeiras, a do prefeito eleito Léo Abreu e a do atual prefeito Carlos Antonio de Oliveira, se reuniram pela primeira vez, nesta terça-feira (25), para tentar traçar os caminhos mais práticos para a passagem de governo.

Ainda sobrou tempo para Léo alfinetar seu desafeto declarando que o encontro só aconteceu porque Carlos Antonio se conscientizou de que não realizar a transição como pede a lei orgânica do município, pode resultar em crime de irresponsabilidade administrativa.

Após a reunião, a equipe do novo governo acredita já começar a receber as primeiras informações, a exemplo de empenhos, quadro de funcionários, folha de pagamentos, número de carros e casas locadas, contratos, e outras da administração que se encerra em dezembro.

Léo Abreu pretende se interar de tudo que aconteceu durante os oito anos de governo Carlos Antonio. Para as primeiras informações a respeito de programas e projetos arquivados e em andamento, ele recorreu a parceiros da prefeitura, como a Caixa Econômica Federal e a Funasa (Fundação Nacional de Saúde).

Da redação do Diário do Sertão

Tags:
"TRAÍRA"

EXCLUSIVO: Rosilene rompe o silêncio, se solidariza com portais, diz estar arrependida em apoiar Amadeu na FPF e pede desculpas aos clubes

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Em Continência ao Senhor Jesus recebe os adoradores por excelência da Igreja Luz da Vida; Veja!

MARIA CALADO NA TV

Maria Calado na Tv recebe Guilherme Costa e Pisada do Chefe de Joca Claudino – PB; Confira!

EX-REITOR DA UFCG

VÍDEO: Thompson Mariz quer Ricardo no Senado e confirma João Azevedo para governador: “Não tem plano B”