header top bar

section content

Neto Lacerda impugnado lança seu filho como candidato a prefeito em São José

Agora é definitivo. O ex-prefeito de São José de Piranhas, Joaquim Lacerda Neto (Neto Lacerda) – foto -, do PMDB, não disputará mais a prefeitura do município nas eleições deste ano. Neto teve seu registro de candidatura cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral por ter sido condenado à perda de seus direitos políticos e ter tido […]

Por

15/09/2008 às 13h31

Agora é definitivo. O ex-prefeito de São José de Piranhas, Joaquim Lacerda Neto (Neto Lacerda) – foto -, do PMDB, não disputará mais a prefeitura do município nas eleições deste ano. Neto teve seu registro de candidatura cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral por ter sido condenado à perda de seus direitos políticos e ter tido suas contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas da União na época em que governou São José.

O ex-prefeito preferiu não recorrer à decisão, alegando que vem sendo vítima de perseguição política. Mas para não fugir totalmente da briga, Neto indicou seu filho, Domingos Neto, para a disputa. O candidato a vice, Antonio Vieira Campos (Marquinhos) foi mantido.

Segundo informações do deputado estadual José Aldemir, um dos opositores à candidatura de Neto, após a decisão do TRE, houve vários protestos violentos na cidade, feitos por parentes e correligionários do ex-prefeito. Ele afirma que chegaram até a agredir o candidato adversário João Batista Cavalcanti, deram uma sonora vaia na polícia e tentaram virar um carro de som e uma viatura. Mais tarde, alguns aliados do pmdbista procuraram a imprensa para negar as acusações.

Da redação do Diário do Sertão

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ENTRETENIMENTO

Maria Calado na TV com os integrantes do espetáculo “Trinca mas não quebra” e o cantor Lucas Soares

ALÍVIO

VÍDEO: Presidente da OAB de Cajazeiras afirma que a Comarca de Bonito de Santa Fé não será mais fechada