header top bar

section content

Tribunal de Contas do Estado reprova contas de ex-prefeito no Sertão da Paraíba. Confira tudo aqui!

O Tribunal de Contas já havia emitido pareceres contrários à aprovação das contas de 2009 e 2010 apresentadas pelo ex-prefeito Edílson Pereira.

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

04/05/2016 às 08h30 • atualizado em 04/05/2016 às 10h26

TCE reprovou as contas do ex-prefeito de Coremas, Edilson Pereira

O Tribunal de Contas da Paraíba manteve a reprovação das contas de 2012 apresentadas pelo ex-prefeito do município de Coremas, Edílson Pereira de Oliveira, permanecendo o parecer prévio PPL TC 0044/14, dando um prazo de 60 dias para a devolução voluntária da multa aplicada, sob pena de cobrança executiva pelo Ministério Público Estadual.

No parecer, o Tribunal de Contas, à unanimidade dos seus Conselheiros, constatou “falhas, que associadas, reforçam o entendimento de uma gestão não comprometida com interesse público, na medida em que, também se observa uma contabilidade em dissonância com os princípios e normas legais pertinentes, a saber: a) emissão de empenho (s) em elemento de despesa incorreto”; b) omissão de valores da Dívida Fundada; c) não empenhamento, no momento oportuno, da contribuição previdenciária do empregador. Por derradeiro, foi dado observar a não elaboração do Plano de Saúde Plurianual e, bem assim, da Programação Anual de Saúde (PAS), descumprindo o disposto art. 38, inciso I e 36, § 2º, ambos da Lei Complementar nº 141/2012”.

Veja também

Governador Ricardo Coutinho volta ao Sertão e entrega obras na região de Cajazeiras

Deputado diz que Ricardo Coutinho vai intervir na formação da chapa de Denise e vice não será Júnior

Investindo R$ 13 milhões, Ricardo Coutinho retorna ao Sertão e entrega mais duas rodovias asfaltadas. Fotos!

O Tribunal de Contas da Paraíba já havia condenado o ex-prefeito nas contas de 2009 e 2010 apresentadas, por despesas não comprovadas, em sua maior parte, com aquisição de combustíveis. Gastos sem comprovação documental com limpeza urbana e com o INSS também compuseram o conjunto dos débitos impostos ao ex-prefeito de Coremas.

No ano de 2009, houve a imputação de débito de R$ 336.017,97, após os recursos apresentados. Já no ano de 2010, o dano aos cofres públicos foi maior, com a imputação de débito de R$ 708.637,08 (R$ 137.326,20 – gastos com INSS sem prova + R$ 571.310,88 – excesso de combustível). Somados, os valores reprovados pelo Tribunal de Contas importam em mais de um milhão de reais de prejuízo aos cofres públicos.

O ex-prefeito do município de Coremas, Edilson Pereira de Oliveira, desse modo, teve suas contas reprovadas pelo Tribunal de Contas da Paraíba durante os anos de 2009, 2010 e 2012.

Ascom

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor

ENTREVISTA

VÍDEO: Do vício em jogo à fama, ‘Rei das Tapiocas’ de Cajazeiras conta trajetória no programa Xeque-Mate

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan