header top bar

section content

PSB da Paraíba emite nota sobre aliança da cidade de Patos

Foi também deliberado que o partido, visando subsidiar sua decisão, estará realizando até o final do mês de junho uma pesquisa de intenção de voto

Por Luzia de Sousa

06/06/2016 às 15h30

Edvaldo Rosas, presidente da legenda em Patos

A direção estadual do Partido Socialista Brasileiro – PSB no Estado da Paraíba, ao tempo que reafirma as deliberações tomadas consensualmente e por unanimidade em sua executiva estadual, deixa claro que a definição da política de alianças com outras legendas para as eleições municipais de outubro próximo é prerrogativa da instancia estadual.

Neste sentido, ao analisar a situação do município de Patos, a executiva tem se posicionado no sentido de que o partido tem um projeto para a cidade de Patos, e que tanto a manutenção da aliança com o PMDB local como o lançamento de candidatura própria do PSB ao executivo municipal de Patos poderá ser uma conseqüência da avaliação do quadro político do município e somente se dará no momento certo.

Foi também deliberado que o partido, visando subsidiar sua decisão, estará realizando até o final do mês de junho uma pesquisa de intenção de voto junto ao eleitorado da Rainha das Espinharas, no sentido de aferir a melhor opção do PSB, entre as pré-candidaturas socialistas hoje colocadas, quais sejam a do medico Érico Djan (ex-diretor do Hospital Infantil de Patos) e do vereador Diogo Medeiros (presidente do PSB de Patos).

João Pessoa, 06 de junho de 2016.

José Edvaldo Rosas
Presidente Estadual PSB – PB

Assessoria

"TRAÍRA"

EXCLUSIVO: Rosilene rompe o silêncio, se solidariza com portais, diz estar arrependida em apoiar Amadeu na FPF e pede desculpas aos clubes

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Em Continência ao Senhor Jesus recebe os adoradores por excelência da Igreja Luz da Vida; Veja!

MARIA CALADO NA TV

Maria Calado na Tv recebe Guilherme Costa e Pisada do Chefe de Joca Claudino – PB; Confira!

EX-REITOR DA UFCG

VÍDEO: Thompson Mariz quer Ricardo no Senado e confirma João Azevedo para governador: “Não tem plano B”