header top bar

section content

Analista acredita que crise partidária provocará derrotas da ‘situação’ no Sertão da PB – VÍDEO

Os blocos que estão no poder e não fizerem alianças políticas fortes, certamente perderão para a oposição, prevê o analista político

Por Jocivan Pinheiro

07/06/2016 às 15h26 • atualizado em 07/06/2016 às 15h55

O analista político Chico Cardoso prevê uma série de derrotas de grupos situacionistas nas eleições municipais deste ano devido a uma crise partidária que ele chama de “desorganização dos partidos”.

Os blocos que estão no poder e não fizerem alianças políticas fortes, certamente perderão para a oposição, acredita Chico Cardoso. É o caso do que poderá acontecer em Patos.

Segundo ele, o grupo situacionista em Patos está com medo de perder as eleições e por isso a prefeita Francisca Mota (PMDB) não vai disputar a reeleição, mas sim lançar o genro, Nabor Wanderley (PMDB), como candidato.

Em São João do Rio do Peixe, a oposição busca se fortalecer através do partido do governador Ricardo Coutinho, o PSB. Por esse motivo lançou o ex-vereador José Ivan, filiado ao PSB, como pré-candidato a prefeito.

Em Uiraúna, o prefeito João Bosco Fernandes (PSDB), que governa o município por força de liminar, estaria tentando lançar um parente próximo para disputar a eleição, já que provavelmente ele ficará inelegível.

Apenas em Catolé do Rocha é que Chico Cardoso vê uma chapa imbatível na situação após a aliança entre o prefeito Leomar Maia (PTB) e o deputado estadual Gervásio Maia (PSB).

DIÁRIO DO SERTÃO

OPINIÃO CONTUNDENTE

EM DECADÊNCIA?: Ex-radialista compara as rádios de Cajazeiras a ‘relacionamento que perdeu o sabor’

QUER APROVAÇÃO?

ENEM 2018: Cursinho inova em Cajazeiras com grande equipe de professores e dinâmica moderna de ensino

PARA A ETERNIDADE

VÍDEO: Programação de 70 anos do Atlético começa com exposição histórica que promete encantar Cajazeiras

ALFINETOU

VÍDEO: Aliado do prefeito destaca asfaltamento de ruas de Cajazeiras e alfineta grupo de Carlos Antonio