header top bar

section content

Desistência e impugnação de candidatura a prefeito pelo Tribunal Superior Eleitoral movimentam o Sertão

Duas candidaturas a prefeito no Sertão do estado constam como inaptas no portal do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Confira aqui quem está de fora.

Por Luzia de Sousa

01/09/2016 às 22h10 • atualizado em 01/09/2016 às 22h24

Eleições municipais ocorrem em 10 cidades

O vice-prefeito da cidade de Nova Olinda, Sertão do Estado, peemedebista Idácio Souto renunciou a candidatura a prefeito da cidade.

Idácio era candidato pela Coligação Unidos pela Vitória, composta pelo PMDB, DEM, PES, PC do B, PHS e PV.

Agora, quem vai disputar a prefeitura da cidade pela coligação é o socialista Tião de João Carlos. Ele irá concorrer o comando do município com Diogo Richelli, candidato pelo PSDB.

Esta é a segunda candidatura a prefeito no estado que consta como inapta no portal do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Sousa Neto, que era candidato pelo PSOL em Itaporanga, teve a candidatura indeferida pela Justiça Eleitoral.

DIÁRIO DO SERTÃO com MaisPB

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Garotinha de Cajazeiras que não tem os membros dá lição de vida e emociona com sua história

VÍDEO

Historiador diz não ‘concordar’ com mudança na data comemorativa de emancipação política de Cajazeiras

DETALHES DO JÚRI

VÍDEO: Secretária revela bastidores do julgamento do caso Érika e diz que houve distinção de tratamento

22 DE AGOSTO

VÍDEO: Prefeitura de Cajazeiras corre para conseguir recapear todas as entradas antes do dia da cidade