header top bar

section content

‘Brasil não poderia continuar vivendo com uma doença crônica’, diz Maranhão sobre impeachment

“O Brasil não poderia continuar vivendo com uma doença que já estava se tornando crônica”.

Por Luzia de Sousa

03/09/2016 às 16h44 • atualizado em 03/09/2016 às 17h41

Presidente Temer e senador José Maranhão

O senador José Maranhão (PMDB) foi o 62º a ocupar a tribuna, na madrugada de quarta-feira, quando do término dos debates em plenário.

Maranhão usou o seu discurso para elogiar uma das autoras do processo: a advogada e professora Janaína Paschoal. Para o parlamentar, ela atuou de maneira inteligente e zelosa com o processo.

Sobre o mérito, o senador afirmou que “a crise, muitas vezes, é o início da solução” e acrescentou: “O Brasil não poderia continuar vivendo com uma doença que já estava se tornando crônica”.

Fonte: coluna Aparte

Paraíba Online

TESTEMUNHO AO VIVO

VÍDEO: Pastor sentenciado a 32 anos de prisão diz que foi visitado por Deus na cadeia e saiu em 30 dias

SERÁ CANDIDATO?

VÍDEO: De cortador de cana a vice-prefeito, Marcos do Riacho do Meio fala sobre sucessão a José Aldemir

AO VIVO NA TV

VÍDEO: Servidor da Prefeitura de Cajazeiras cobra salário atrasado e revela situação bem difícil em casa

PARTIDA DA SAUDADE

VÍDEO: 3º Encontro dos Amigos do Atlético reunirá ex-jogadores e terá homenagem a João de Deus Quirino