header top bar

section content

‘Brasil não poderia continuar vivendo com uma doença crônica’, diz Maranhão sobre impeachment

“O Brasil não poderia continuar vivendo com uma doença que já estava se tornando crônica”.

Por Luzia de Sousa

03/09/2016 às 16h44 • atualizado em 03/09/2016 às 17h41

Presidente Temer e senador José Maranhão

O senador José Maranhão (PMDB) foi o 62º a ocupar a tribuna, na madrugada de quarta-feira, quando do término dos debates em plenário.

Maranhão usou o seu discurso para elogiar uma das autoras do processo: a advogada e professora Janaína Paschoal. Para o parlamentar, ela atuou de maneira inteligente e zelosa com o processo.

Sobre o mérito, o senador afirmou que “a crise, muitas vezes, é o início da solução” e acrescentou: “O Brasil não poderia continuar vivendo com uma doença que já estava se tornando crônica”.

Fonte: coluna Aparte

Paraíba Online

“Boca Quente” fala sobre Nilvan, Josival, Gutemberg e narra fato que mais lhe chamou atenção na área policial

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Padre e missionários falam sobre recuperação de dependentes químicos na região de Cajazeiras

DIÁRIO ESPORTIVO

Ao lado de grandes nomes da imprensa, Diário Esportivo debate as rodadas da Série C e D do Paraibano

PARTIU PARA O ATAQUE

VÍDEO: Júnior Araújo diz que José Aldemir vai perseguir servidores que não apoiarem campanha de Paula