header top bar

section content

Ricardo entrega obras de reconstrução da Barragem Nova Camará nesta segunda-feira

Com a entrega da primeira parte do sistema, serão beneficiados 48.677 habitantes, que contarão, ainda, com uma estação de tratamento e uma estação elevatória.

Por Priscila Belmont

26/09/2016 às 09h24 • atualizado em 26/09/2016 às 14h10

Reconstrução da Barragem Nova Camará

O governador Ricardo Coutinho entrega, nesta segunda-feira (26), às 10h30, as obras da Barragem Nova Camará, localizada em Alagoa Nova, considerada a redenção de toda região do Brejo. A barragem, que rompeu no dia 17 de junho de 2004, deixando milhares de desabrigados, mortos e muita devastação, foi reconstruída, passando a oferecer mais segurança à população e abastecimento de água para 21 municípios, beneficiando mais de 225 habitantes. A capacidade de armazenamento da Nova Camará é de mais de 26 milhões de metros cúbicos de água. As obras de reconstrução começaram em 2012 e os investimentos ultrapassam R$ 48,6 milhões.

O governador Ricardo Coutinho fará também a entrega do ramal 2 do Sistema Adutor Nova Camará, que abrange as cidades de Remígio e Esperança. Com a entrega da primeira parte do sistema, serão beneficiados 48.677 habitantes, que contarão, ainda, com uma estação de tratamento e uma estação elevatória. Os investimentos dessa primeira etapa totalizam R$ 28,4 milhões.

O secretário de Estado da Secretaria da Infraestrutura, dos Recursos Hídricos, do Meio Ambiente e da Ciência e Tecnologia, João Azevedo, falou sobre a importância da obra para o abastecimento hídrico. “A reconstrução da Barragem de Camará e a implantação do novo sistema adutor trará a redenção de toda uma região. Primeiro, além de distribuir água de boa qualidade, irá aliviar num primeiro momento o sistema de Campina Grande, já que muitas cidades são abastecidas pelo mesmo sistema”, disse.

João Azevedo destacou ainda a decisão do governador Ricardo Coutinho em reconstruir a barragem de Camará. “A decisão foi tomada pelo governador em 2011, uma decisão política de coragem. O governador nunca se negou a tomar decisões e executá-las quando necessário”, afirmou. “Essa obra se reveste de um simbolismo muito grande para aquela região. Mesmo sendo no Brejo, muitas cidades – como Remígio e Esperança – são abastecidas com carros-pipa”, acrescentou.

Municípios e localidades beneficiados – Com a entrega da Barragem Nova Camará serão beneficiados os seguintes municípios e localidades: Algodão de Jandaíra, Alagoa Nova, Areial, Campinote, Cepilho, Esperança, Chã de Marinho, Floriano, Jenipapo, Puxinanã, Lagoa Seca, Matinhas, São Tomé, Lagoa do Mato, Pocinhos, Remígio, São Miguel e São Sebastião de Lagoa de Roça.

Já com a entrega da primeira etapa do Sistema Adutor Nova Camará serão beneficiados os municípios de Remígio e Esperança. No entanto, quando for concluído o sistema irá beneficiar, além de Remígio e Esperança, mais 11 municípios: Alagoa Nova, Alagoa Grande, Algodão de Jandaíra, Arara, Areial, Lagoa Seca, Matinhas, Montadas, Pocinhos, Puxinanã, e São Sebastião de Lagoa de Roça.

A tragédia – Na noite do dia 17 de junho de 2004 a barragem de Camará se rompeu, levando desespero para os moradores das cidades de Alagoa Nova, Alagoa Grande, Areia e Mulungu. Mais de 3 mil pessoas ficaram desabrigadas e outras quatro morreram.

Com o rompimento, foram lançados em torno de 17 milhões de metros cúbicos de água, causando devastação e inundando ruas da parte baixa desses municípios. Casas foram destruídas. Até percorrer aproximadamente 25 quilômetros, a água saiu arrastando tudo pela frente: postes de energia elétrica, árvores e pertences dos moradores.

O rompimento da barragem, mesmo sendo considerada fruto de “engenharia de ponta”, deixou mais de 800 famílias desabrigadas, além de quatro mortes.

Secom

MENSAGEM DE ESPERANÇA

Programa Mensagem de Esperança com Sara Sheyla e Nelson Dantas – 21072017

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria Calado na Tv recebe Banda a ‘Forró du Ribuliço’ da cidade de São José de Piranhas

INTERVIEW

Interview: Poeta repentista fala sobre dificuldades e lamenta falta de apoio

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Assista a estréia do programa Em Continência ao Senhor Jesus