Política
27/09/2016 às 16h07 • atualizado em 27/09/2016 às 16h14

postado por: Luzia de Sousa

SERTÃO: Vereadores aumentarão salários em 50%; Presidente da Casa ganhará R$ 18 mil

Ainda conforme o projeto, a remuneração do próximo prefeito ficará em 20 mil reais, um aumento de 25%.

Câmara Municipal no Vale do Piancó (Foto ilustrativa)

Um projeto de lei que reajusta os subsídios mensais dos agentes políticos de Itaporanga está tramitando na Câmara Municipal e poderá ser votado na sessão da próxima quinta-feira (29), mas, devido à proximidade do pleito, poderá ficar mesmo para depois da eleição.

Conforme o reajuste proposto para os novos subsídios a partir de janeiro, a remuneração dos vereadores de Itaporanga passará dos atuais 6 mil reais para 9 mil, um reajuste de 50%. Com isso, o subsídio do próximo presidente da Câmara, eleva-se para 18 mil reais, um dos maiores do Sertão.

Esse teto no subsídio dos vereadores poderá ou não ser alcançado, dependendo da receita da Câmara, ou seja, do valor do duodécimo repassado ao legislativo municipal pela Prefeitura. Havendo dinheiro, paga o valor máximo do subsídio.

Ainda conforme o projeto, a remuneração do próximo prefeito ficará em 20 mil reais, um aumento de 25%. O vice-prefeito ganhará de mil e os secretários municipais terão 6 mil reais mensal de remuneração.

Alguns vereadores são contrários ao reajuste por entender que ele vem no momento impróprio devido à crise econômica que assola o país e se agrava em Itaporanga, que sofre com a falta d’água, e graves problemas socais. Na quinta-feira da semana passada, o projeto chegou a ir para discussão, mas, em função da polêmica que gerou, foi retirado de pauta.

DIÁRIO DO SERTÃO com Folha do Vali

Deixe seu comentário