header top bar

section content

CZ: Rejeitada em 2014, vereador aliado de Denise promete ‘ressuscitar’ fim de taxa

Depois de várias discussões, o requerimento foi negado e a população continuou pagando a taxa.

Por Luzia de Sousa

16/10/2016 às 13h11 • atualizado em 16/10/2016 às 13h17

A taxa de iluminação pública vai voltar a ser discutida na Câmara Municipal de Cajazeiras, foi o que afirmou o vereador eleito Rivelino Martins (PSB), em entrevista a imprensa de Cajazeiras neste domingo (16).

No ano de 2014, o vereador e eleito vice-prefeito, Marcos do Riacho do Meio (PT) apresentou um requerimento verbal solicitando da prefeita Denise Albuquerque (PSB) a isenção da taxa.

O requerimento foi aprovado por unanimidade, obtendo 14 votos, pois o presidente Nilson Lopes (Nilsinho-PSD) não votou.

Marcos disse na época que esperava que a prefeita atendesse o requerimento, pois beneficiaria toda população. “Sou vereador de oposição, mas se Denise aceitar esse pedido vou bater palma para ela”.

Depois de várias discussões, o requerimento foi negado e a população continuou pagando a taxa.

DIÁRIO DO SERTÃO

LUCIANO LINS

VÍDEO: Músico de João Pessoa ‘cajazeirado’ há quatro anos se emociona ao fala dos seus filhos

PSICOLOGIA NO AR

VÍDEO: Projeto de extensão da UFCG promove aula de capoeira gratuita a crianças carentes de Cajazeiras

PRIVILÉGIOS JURÍDICOS

VÍDEO: A lei é igual para todos? Programa Xeque-Mate discute foro privilegiado com promotor e advogado

FIM DE SEMANA

Cia de teatro arte tramática apresenta “As Malditas” no Teatro Ica em Cajazeiras