Política
16/11/2016 às 17h43 • atualizado em 16/11/2016 às 17h50

postado por: Diário do Sertão

VÍDEO: Eventual prisão de Lula traria instabilidade ao país, diz presidente Michel Temer em entrevista

Segundo o presidente, o fato em si teria enorme repercussão e desestabilizaria sua administração.

O presidente Michel Temer afirmou que uma eventual prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pode prejudicar seu governo. “Eu espero que, se houver acusações contra o ex-presidente, que elas sejam processadas com naturalidade, mas a prisão de Lula eu acho que causa problemas para o país. Porque haverá movimentos sociais, e isso pode criar uma instabilidade”, afirmou em entrevista nesta segunda-feira à noite ao programa Roda Viva, da TV Cultura.

Segundo o presidente, o fato em si teria enorme repercussão e desestabilizaria sua administração. “Por mais que você descreva o que o governo está fazendo, surge uma noticiazinha qualquer e isso cria a instabilidade. Imagine a hipótese de uma prisão do Lula.” O ex-presidente é réu em três linhas de investigação da Operação Lava Jato.

Foto: reprodução Youtube

Foto: (reprodução Youtube) Bancada: Willian Corrêa (coordenador geral de jornalismo da TV Cultura e âncora do Jornal da Cultura) João Caminoto (diretor de jornalismo do Grupo Estado) Sérgio Dávila (editor executivo do jornal Folha de S. Paulo) Eliane Cantanhêde (colunista do jornal O Estado de S. Paulo e comentarista da Globonews) Ricardo Noblat (colunista político do jornal O Globo e titular do Blog do Noblat).

Durante a entrevista, Temer também afirmou que cabe ao governo deixar o Judiciário exercer o seu papel nas investigações, ao comentar a Operação Lava Jato. Em seguida, disse que não tem preocupações em perder seu cargo em razão das investigações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sobre a formada por ele e a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) em 2014. “Acredito piamente que a figura do presidente da República e do vice são apartadas. As contas são julgadas juntamente e prestadas em apartado.”

MSN com vídeo do Youtube

Deixe seu comentário