Política
01/12/2016 às 05h24 • atualizado em 30/11/2016 às 19h45

postado por: Luzia de Sousa

Prefeitura denuncia que presidente da Câmara de Monte Horebe se recusa a receber balancete e salários de funcionários atrasam

Segundo a assessoria do município, desde o dia 9 de novembro que a entrega desse balancete segue sem sucesso. Confira tudo aqui!

Prefeitura reclama de recusa da câmara em receber banlancetes

A assessoria da prefeitura de Monte Horebe divulgou nessa quarta-feira (30), que em virtude do presidente da Câmara Municipal, vereador João Gabriel se negar a receber o balancete enviado pelo município, referente ao mês de setembro, as contas encontram-se bloqueadas por determinação do Tribunal de Contas desde o dia 10 de novembro.

Segundo a assessoria do município, desde o dia 9 de novembro que a entrega desse balancete segue sem sucesso. Isso por que o presidente e o vice-presidente teriam se recusaram a receber a documentação. O mesmo ocorre com os servidores da Casa e o vereador Agamenon Júnior, que sempre costuma conferir a documentação também teria se recusado.

A assessoria informou que nessa segunda-feira (28) foi realizada outra tentativa por parte do 2º Cartório de São José de Piranhas, quando novamente houve teria ocorrido a recusa do presidente de receber a modificação extra judicial realizada pelo referido cartório. Outras tentativas foram feitas junto a Câmara, mesmo depois dessa notificação, mas sem sucesso, foi o que informou a prefeitura.

Com informações da assessoria, a Câmara de vereadores não abre suas portas durante o horário de expediente, de 8h às 17h, sendo possível apenas agendar horário com o secretário da Casa e, mesmo assim, por muitas vezes, ele não comparece conforme é agendado por telefone.

A prefeitura informou que isso acarreta a falta de pagamento aos servidores públicos municipais referente ao mês de novembro, assim como o 13º salário que já estava programado desde o dia 10, além do pagamento aos fornecedores. Tudo isso se dá porque a prefeitura está com as contas bloqueadas porque o presidente da câmara se nega a receber a documentação.

O outro lado
A reportagem do Diário do Sertão tentou entrar em contato com o presidente da Casa Legislativa, mas segundo um familiar, nessa quarta-feira não era possível, pois o vereador estava na Zona Rural, onde não tem cobertura de telefonia móvel. O Diário do Sertão deixa o espaço aberto caso o presidente queira se pronunciar sobre o caso.

DIÁRIO DO SERTÃO com Assessoria

Deixe seu comentário