header top bar

section content

Vereador sousense faz avaliação de seu mandato, fala sobre polêmica taxa de iluminação e diz: “Não é porque perdi que tenho que dizer que o povo votou errado”

"Nós até hoje não sabemos para onde vai, e como é feito a distribuições desse recursos."

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

09/12/2016 às 15h35 • atualizado em 09/12/2016 às 15h37

O vereador Diógenes Ferreira em entrevista ao Portal e TV Diário do Sertão nesta sexta-feira (09), fez uma avaliação do seu mandado durante os 4 anos em que foi vereador na cidade de Sousa.

Ele disse que a avaliação é positiva e agradece a Deus, sua família e correligionários pelo apoio em toda a sua trajetória politica:”Infelizmente não obramos exito na campanha mas sempre temos que estar em consonância com os ditames constitucionais, e o povo  através do voto tem uma soberania popular  e nós como políticos, temos sempre que abraçar a causa do povo e ajudar aos que mais precisam da nossa ajuda.”

Questionado sobre um dos projetos votados na Câmara sousense que causou bastante polêmica na cidade, a taxa de iluminação, o vereador afirmou que sempre foi contra a aprovação deste projeto: “Reitero as minhas palavras naquele momento, fui contrario por alguns motivos e o primeiro deles é situação econômica que hora se encontra o país, e não me arrependo em nenhum momento de ter votado contra a matéria, por ser uma matéria antipopular e desnecessária para o momento,” declarou ele.

E disse mais: “Nós até hoje não sabemos para onde vai, e como é feito a distribuições desse recursos.”

Diógenes tranquilizou a população e afirmou que em conversa com o prefeito eleito Fábio Tyrone, foi garantida que iniciantemente iria ser feito uma revisão, diminuir a cobrança e se por ventura não houvesse condições de continuar com a cobrança, ele foi claro e disse que enviaria um projeto para a Câmara solicitando a sua retirada.

Com relação ao resultado das eleições em 2016, o vereador declarou que a sociedade mandou uma resposta para todos os políticos: “Foi uma eleição diferenciada. Não é porque perdi a eleição que eu tenho que dizer que o povo votou errado, pelo contrário, o povo exercendo a sua soberania de voto, foi as urnas e escolheu seus melhores representantes.”

DIÁRIO DO SERTÃO

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor

ENTREVISTA

VÍDEO: Do vício em jogo à fama, ‘Rei das Tapiocas’ de Cajazeiras conta trajetória no programa Xeque-Mate

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan