header top bar

section content

Jantar de Temer em churrascaria custou R$ 13,8 mil à Presidência

A ida do presidente até a churrascaria teve o intuito de amenizar a Operação Carne Fraca. Cada convidado custou, em média, R$ 200,60.

Por Priscila Belmont

21/03/2017 às 09h16

A verba para pagar essa boca-livre, que incluiu rodízio, bebidas e sobremesa, veio toda da Presidência.

O jantar oferecido pelo presidente da República, Michel Temer, a embaixadores e ministros, no último domingo (19/3), em uma churrascaria de Brasília custou R$ 13.844,29, segundo o jornal O Globo. A verba para pagar essa boca-livre, que incluiu rodízio, bebidas e sobremesa, veio toda da Presidência. Como 69 pessoas estiveram no local, cada convidado custou, em média, R$ 200,60.

A ida do presidente até a churrascaria teve o intuito de amenizar os impactos da Operação Carne Fraca, deflagrada pela Polícia Federal na sexta-feira (17). No pronunciamento à imprensa, feito logo antes de todos irem para a churrascaria, Temer fez questão de garantir a qualidade da carne brasileira.

A casa é famosa por oferecer cortes nobres de carnes, com origem brasileira e também importadas da Argentina, Austrália e Estados Unidos. Segundo nota do Planalto, na ocasião foram servidas apenas carnes brasileiras.

Metrópoles

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa com a participação dos membros da Igreja Rei dos Reis

CADASTRAMENTO

VÍDEO: Prazo final para biometria na região de Catolé do Rocha é antecipado, e Justiça alerta eleitores

MITO DA INTERNET

VÍDEO: Fenômeno Gleyfy Brauly bate recorde de audiência no Xeque-Mate e canta sucessos no ‘imbromation’

CALDEIRÃO POLÍTICO

VÍDEO: Aliado releva que dois vereadores de oposição estão rasgando elogios ao prefeito Airton Pires