header top bar

section content

Importante reunião com o DNIT poderá agilizar recuperação da antiga estação ferroviária de São João do Rio do Peixe

O superintendente mostrou-se sensibilizado com a causa tão importante, se prontificando a dar os encaminhamentos necessários ao atendimento do pleito

Por Luzia de Sousa

30/03/2017 às 07h45 • atualizado em 30/03/2017 às 07h47

Reunião na cidade de João Pessoa (Foto: Assessoria)

A Procuradora Adjunta do município de São João do Rio do Peixe, Paloma Breckenfeld acompanhou nessa quarta-feira (29), o professor Wlisses Estrela, da Coordenação da Campanha Salve Estação, em na Superintendência Regional do DNIT em João Pessoa juntamente com o Superintendente Substituto Luiz Clark Soares Maia e os técnicos e Leandro Gomes de Barros e José Márcio a fim de tratar sobre a cessão para o município do prédio da Estação Ferroviária de São João do Rio do Peixe por parte daquele órgão federal.

+ População faz ‘Força Tarefa’ para salvar prédio público abandonado em São João do Rio do Peixe, mas é barrada pela burocracia

Durante a reunião foi entregue ao superintendente a documentação de solicitação assinada pelo prefeito Airton Pires, juntamente com relatório da atual situação da estrutura do prédio.

O superintendente mostrou-se sensibilizado com a causa tão importante, se prontificando a dar os encaminhamentos necessários ao atendimento do pleito e designando servidores para acompanhar o processo da forma mais rápida possível.

O pleito em questão também foi encaminhado pelo prefeito Airton Pires a Coordenação do Patrimônio Ferroviário do DNIT durante sua última ida a Brasília na semana passada.

DIÁRIO DO SERTÃO com assessoria

ALFINETOU

VÍDEO: Aliado do prefeito destaca asfaltamento de ruas de Cajazeiras e alfineta grupo de Carlos Antonio

REVELAÇÃO

VÍDEO: Emocionado, radialista fala de dificuldades na infância e revela que ‘amigo’ lhe ofereceu drogas

VEJA

VÍDEO: Gilvan de Andrade fala de experiência no Rádio em Cajazeiras e João Pessoa

VÍDEO

Padre anuncia reforma da paróquia São João Bosco de Cajazeiras a avalia atuação do bispo