header top bar

section content

Lira e Hugo Motta vão ao Ministério da Integração com Deputados e Prefeitos buscar soluções para a crise hídrica e antecipar conclusão da Adutora do Pajeú

O objetivo é antecipar a conclusão da obra em aproximadamente 1 ano, atendendo a situação emergencial dos municípios da região.

Por Priscila Belmont

04/05/2017 às 09h43

Participaram os prefeitos de Água Branca; de Maturéia; de Teixeira, de Mãe D’Água, de Desterro e de Cacimbas.

O Senador Raimundo Lira (PMDB-PB) e o Deputado Federal Hugo Motta (PMDB-PB) estiveram no Ministério da Integração Nacional nesta quarta-feira (03) para discutir, com o Ministro Helder Barbalho, soluções para a crise hídrica que assola os municípios da região de Teixeira, solicitando antecipação na conclusão das obras da Adutora do Pejeú.

Além de Lira e Hugo Motta, estavam presentes o Deputado Federal Aguinaldo Ribeiro (PP-PB); os Deputados Estaduais Nabor Wanderley e Ricardo Barbosa; e o Superintendente do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas – DNOCS, Ângelo José de Negreiros Guerra.

Também participaram os prefeitos de Água Branca, Éverton Firmino (Tom); de Maturéia, José Pereira Freitas da Silva (Zé Pereira) – que estava acompanhado do Vice-Prefeito Alexandre Alves de Lima; de Teixeira, Edmilson Alves dos Reis (Nego de Guri); de Mãe D’Água, Francisco Cirino (Cirino); de Taperoá, Jurandi Gomes Farias (Jurandi Pileque); de Imaculada, Aldo Lustosa da Silva (Dada Lustosa); de Desterro, Valtécio de Almeida Justo (Senhor); e de Cacimbas, Geraldo Terto da Silva (Léo).

Durante a reunião o Ministro Helder Barbalho confirmou que vai solicitar ao Presidente Michel Temer a liberação de R$ 25 milhões para concluir a 1ª etapa da Adutora do Pajeú e a destinação de R$ 150 milhões para a execução da 2ª etapa. O objetivo é antecipar a conclusão da obra em aproximadamente 1 ano, atendendo a situação emergencial dos municípios da região.

Também ficou definido que dois Municípios que não estavam contemplados no projeto inicial da Adutora do Pajeú passarão a ser beneficiados: Maturéia e Água Branca.

Já a cidade de Mãe D’Água também será beneficiada com abastecimento, podendo ser através da própria Adutora do Pajeú ou de uma adutora a ser construída a partir do Açude Capoeiras, beneficiando também dois distritos da cidade, cuja definição sairá após estudos que serão realizados pelo DNOCS.

Assessoria

CALDEIRÃO POLÍTICO

VÍDEO: Aliado releva que dois vereadores de oposição estão rasgando elogios ao prefeito Airton Pires

DIÁRIO ESPORTIVO

Diário Esportivo recebe o professor Sérgio Cunha divulgando o IV Open paraibano de Karatê; Confira!

CASA NOVA

Locutor esportivo troca de emissora de rádio em Cajazeiras e revela mágoa: “Tomei uma pancada violenta”

NOVIDADES

VÍDEO: Novo padre da Paróquia São João Bosco confirma que pretende revitalizar a Praça Camilo de Holanda