header top bar

section content

Vereador denuncia que prefeito de Cachoeira dos Índios realizou licitação de R$ 250 mil para trocar lâmpadas e caso gera polêmica na Câmara. VEJA VÍDEOS!

"Esse tipo de licitação está apresentando no novo governo", declarou o vereador adiantando que torce pela mudança propagada por Alan Seixas na campanha.

Por Luzia de Sousa

04/05/2017 às 18h05 • atualizado em 04/05/2017 às 18h07

O vereador José Ricarte (Feitosa-DEM), denunciou nessa quarta-feira (3), após a sessão ordinária da Câmara Municipal de Cachoeira dos Índios, que a prefeitura realizou uma licitação na ordem de R$ 250 mil para reposição de lâmpadas. A cidade tem pouco mais de nove mil habitantes, segundo o IBGE.

Veja mais!

+ População denuncia que está sem água há 15 dias e acusa prefeito de deixar o povo sofrer por não ter obtido maioria de votos na comunidade

+ Prefeito de Cachoeira dos Índios é acusado de ignorar concurso para contratar apadrinhados; Aprovados acionam MP e alegam “perseguição”

Feitosa, que é da bancada de oposição discordou do valor da licitação e disse ser muito dinheiro para troca de lâmpadas em uma cidade pequena como cachoeira dos Índios. “Não tem condições”.

Ele revelou que ainda não sabe qual foi a empresa ganhadora da licitação e que em gestões passadas nenhuma licitação para esse tipo de serviço foi realizada.

“Esse tipo de licitação está apresentando no novo governo”, declarou o vereador adiantando que torce pela mudança propagada por Alan Seixas (PSB) durante a campanha.

O outro lado
O vereador Damião Rodrigues (Júnior de Rita-DEM), mesmo sendo da situação disse que está ao lado do povo.

Júnior de Rita saiu em defesa da gestão: “Não está dizendo que a prefeitura vai gastar tudo em um mês”, explicou ele.

DIÁRIO DO SERTÃO

DIÁRIO ESPORTIVO

Diário Esportivo recebe os membros da Associação dos ciclistas de Cajazeiras e região; Confira!

ADVERSÁRIOS ETERNOS

Breckenfeld diz que nunca será candidato a prefeito de São João nem aliado de Zé Aldemir: “Chance zero”

PSICOLOGIA & FILOSOFIA

Cajazeirense que vendia poesia pra pagar curso em SP fala sobre sonhos e objetivos no “Psicologia no Ar”

CÓDIGO COMPROVA

No 1º Xeque-Mate de 2018, tecnólogo diz que é fácil fraudar eleições com urna eletrônica e explica como