header top bar

section content

Prefeitura de Cajazeiras gasta mais de R$ 2,3 milhões com comissionados e contratados; Gastos ultrapassam gestões anteriores no mesmo período

A comparação foi feita pelo Sindicato dos Funcionários Municipais de Cajazeiras (Sinfumc), que vem informando a evolução dessas contratações.

Por Luzia de Sousa

18/06/2017 às 12h13 • atualizado em 18/06/2017 às 18h21

Prefeitura da cidade de Cajazeiras, Sertão da Paraíba

A Prefeitura de Cajazeiras já gastou com comissionados e contratados de janeiro a abril deste ano R$ 2.371.673,91, superando administração anteriores que nesse mesmo período gastou R$ 2.004.205,83.

+ CORRENDO FROUXO: Supersalários, nepotismo, secretários com muito “poder”, áudio do líder do governo com palavrões para aliado e “choro” dos comissionados movimentaram Cajazeiras

A comparação foi feita pelo Sindicato dos Funcionários Municipais de Cajazeiras (Sinfumc), que vem informando a evolução dessas contratações.

O sindicato tem criticado o número de contratados e comissionados já que no seu entendimento trata-se de uma contradição, tendo em vista que a gestão alega crise financeira e recursos insuficientes para gerir o município, inclusive deixou de repassar as contribuições do IPAM nos últimos quatro meses, uma dívida que já se aproxima de R$ 3 milhões

Segundo o sindicato, além de não ter pago a atualização dos meses de novembro e dezembro de 2008 ainda deve os meses de 2012 e  R$ 5 milhões de diferença do piso salarial aos professores, e o pior utilizar R$ 2 milhões e 300 mil da reserva do Ipam.

“Todas essas contratações com intuito de dá emprego a apadrinhados políticos”, disse sindicato.

A folha dos contratados e comissionados de acordo com o levantamento do sindicato, começou em janeiro com R$ 431.409,41 e saltou para R$ 720.385 ,29.

Do Gazeta do Alto Piranhas

AO VIVO

Assista a programa da TV Diário do Sertão – AO VIVO

MENSAGEM DE ESPERANÇA

Programa Mensagem de Esperança com Sara Sheyla e Nelson Dantas

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview