header top bar

section content

Radialista diz que secretários municipais ‘analfabetos’ desgastam prefeitos e vão atrapalhar a reeleição

Para ele, o desgaste administrativo é mais acentuado que o desgaste político, e os principais culpados são auxiliares diretos, como assessores e secretários

Por

20/01/2016 às 16h02

O comentarista político do Direto ao Ponto, da TV Diário do Sertão, Jorge Batista, prevê uma ano eleitoral em que os prefeitos candidatos a reeleição na região de Cajazeiras terão que apagar ou camuflar a imagem de desgaste administrativo que seus governos apresentam, segundo ele.

Para Jorge Batista, o desgaste administrativo é mais acentuado que o desgaste político, e os principais culpados disso, na sua opinião, são os auxiliares diretos, como assessores e secretários.

Jorge Batista foi contundente ao afirmar que em alguns municípios os secretários são analfabetos e despreparados para gerir setores de gestão municipal, por isso desgastaram a imagem de prefeitos e prefeitas.

“Na verdade o maior problema de alguns dos gestores da região é o desgaste administrativo. Poderia ser por “n” motivos. Elenca-se o maior deles como a má administração devido aos inúmeros aliados, secretários, cargos comissionados que, na maioria deles, não têm nenhum preparo para assumir tais postos. Na nossa região está cheio. Secretário analfabeto despreparado é o que mais tem”, declara.

Ainda segundo ele, os prefeitos candidatos a reeleição têm tempo para amenizar esse desgaste realizando minirreformas administrativas antes das eleições.

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:
155 ANOS DA TERRA DO PADRE ROLIM

VÍDEO: Diocese ficou em Cajazeiras porque Sousa tinha padres casados? Professor explica essa história

PT RACHADO

Marcos do Riacho do Meio diz que petista que tem cargo e ‘juízo’ deve votar nos candidatos do prefeito

LANÇAMENTO

Festival Brasileiro de Cinema Espírita e Espiritualista foi destaque no programa Mensagem de Esperança

PSICOLOGIA NO AR

VÍDEO: Saiba como descobrir sua vocação profissional e ser bem-sucedido da universidade ao trabalho