header top bar

section content

Radialista diz que decisão de realizar carnaval foi cruel e chama a festa de ‘política do pão e circo’ (ASSISTA)

No Direto ao Ponto dessa semana, radialista questiona por que a política do pão e circo sempre prevalece sobre o bom senso das pessoas

Por

11/01/2016 às 17h46

No Direto ao Ponto dessa semana, o radialista Aristênio Marques disse ser a favor da realização do carnaval em Cajazeiras com vistas no aquecimento da economia da cidade durante o período de festas. No entanto, para ele a realização do carnaval é “política de pão e circo”.

apesar de afirmar ser a favor do carnaval, o discurso do radialista tende para o foco na priorização do que é mais urgente em tempos de crise econômica e hídrica. “A política do pão e circo volta à tona, e volta de maneira cruel”, diz.

Aristênio ressalta que na contramão do aquecimento econômico que o carnaval traz para a cidade, está o agravamento de problemas já existentes.

“Por outro lado a gente vai colher aquilo que fica de ruim pós-carnaval: são contas, despesas, arrependimentos e, claro, a falta de emprego, de dinheiro, de investimentos da iniciativa privada em outras ações voltadas para nossa cidade”, classifica.

Ao final do seu comentário, ele questiona: “Por que a política do pão e circo sempre tende a prevalecer sobre o bom senso das pessoas?”

DIÁRIO DO SERTÃO

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor

ENTREVISTA

VÍDEO: Do vício em jogo à fama, ‘Rei das Tapiocas’ de Cajazeiras conta trajetória no programa Xeque-Mate

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan