header top bar

section content

Aliados de prefeita condenada promovem quebra pau em sessão para pedir “cabeça” da gestora do Sertão

O juiz ainda bloqueou as contas da prefeita e mandou instaurar processo criminal contra a prefeita da cidade sertaneja. Confira!

Por

22/12/2015 às 10h21

Aliados de prefeita condenada pela Justiça promovem quebra pau em Desterro

Após a decisão do juiz da Vara Única da cidade de Teixeira, Sertão do estado, Ramonilson Alves Gomes em mandar instaurar processo de Impeachment contra a prefeita de Desterro, Rosângela de Fátima Leite (PSB), a Câmara se reuniu nessa segunda-feira (21), para formar as comissões.

Leia mais

Vixe: Justiça determina bloqueio de contas e ordena Impeachment de prefeita do Sertão

O que a população não esperava era que o plenário da Casa legislativa terminasse quebrado. O tom da sessão foi esse, quebra pau durante a reunião para pedir a “cabeça” da gestora municipal.

Segundo informações da imprensa local, aliados de Rosânela promoveram a quebradeira na Câmara e o presidente, Ermando Ferreira Rufino (PR) foi obrigado a encerrar a sessão por falta de segurança. A Polícia Militar foi acionada e uma guarnição esteve no local. 

O pedido de impeachment da prefeita foi feito pelo juiz da Comarca de Teixeira e aceito pela maioria dos vereadores. Rosângela Leite foi acusada pelo  crime de desobediência da ordem legal  e pelo crime de responsabilidade.

Na confusão, cadeiras foram quebradas no plenário e fotos dos políticos que estavam nas galerias, além de outros móveis, também não escaparam do vandalismo.

De acordo com a decisão judicial, a gestora cometeu crime de responsabilidade e descumprimento judicial. O juiz ainda bloqueou as contas da prefeita e mandou instaurar processo criminal.

Entenda
O juiz da Vara Única da cidade de Teixeira, Sertão do estado, Ramonilson Alves Gomes determinou em 03 de dezembro deste ano, a condenação da prefeita de Desterro, Rosângela de Fátima Leite (PSB) por desobediência a Justiça. Segundo a sentença, a gestora não atendeu a determinação de liminar que dava direito a três professoras do município a uma licença de três anos para cursarem Mestrado.

Ramonilson Gomes explicou que houve descumprimento da antecipação de tutela e da sentença, pois os comandos judiciais já teriam assegurado as educadoras o período de licença. Ele dispensou a prefeita para nova audiência e mandou informar a Procuradoria do Município que Rosângela Leite será responsabilizada cívil e criminalmente.

O juiz mandou bloquear as contas da prefeitura referente ao Fundo de Participação dos Municípios dos valores correspondentes aos descontos efetuados nos contracheques das professoras.

Na decisão, Ramonilson Gomes ainda mandou comunicar ao presidente da Câmara de Vereadores para iniciar um processo de Impeachment por crime de responsabilidade e descumprimento judicial.

DIÁRIO DO SERTÃO com fotos do Blog do Heleno Lima

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor

ENTREVISTA

VÍDEO: Do vício em jogo à fama, ‘Rei das Tapiocas’ de Cajazeiras conta trajetória no programa Xeque-Mate

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan