header top bar

section content

Deputado da cidade de Cajazeiras sai no tapa com colega para defender Eduardo Cunha. Veja vídeo!

A confusão ocorreu durante reunião do Conselho de Ética, que investiga irregularidades cometidas pelo presidente da Casa, Eduardo Cunha.

Por

10/12/2015 às 16h30

O deputado federal Wellington Roberto (PR), da cidade de Cajazeiras se envolveu em mais uma polêmica nacional. Nesta quinta-feira (10) saiu no tapa com o deputado Zé Geraldo (PT), do estado do Pará, para defender  presidente da Câmara Federal, Eduardo Cunha (PMDB).

A confusão ocorreu durante reunião do Conselho de Ética, que investiga irregularidades cometidas pelo presidente da Casa. O deputado paraibano resolveu partir para a agressão por não gostar de ser chamado de bagunceiro. 

Veja também:

► Negócio de família: Deputado da cidade de Cajazeiras usa cota para abastecer em posto do irmão. Vídeo!

“Você não é homem para me tocar”, reclamou o paraense. “Foi você que me tocou. Macho nenhum vai tocar em mim”, retrucou Wellington Roberto. “Aceito tudo, menos você me tocar”, completou Zé Geraldo.

O cajazeirense ficou conhecido por comprar combustível e  abastecer veículos particulares, utilizando recursos públicos da verba indenizatória de seu gabinete, no Posto de Combustível Shopping Ltda-ME, empresa que tem como sócios José Edvan Roberto e Carla Germana L. B. Roberto, irmão e cunhada do deputado. 

Ao todo, o dinheiro do contribuinte cobriu R$ 189.196,80 gastos pelo parlamentar entre outubro de 2009 e junho de 2015, apenas para que ele enchesse o tanque de carros que servem ao seu escritório parlamentar no município paraibano de Campina Grande.

DIÁRIO DO SERTÃO

MERCADO NEGRO

EXCLUSIVO: Padre denuncia que Cajazeiras está repleta de ‘locadoras de armas’: “A polícia sabe” – VÍDEO!

PARABÉNS

VÍDEO: Veja a mais nova música que homenageia a cidade de Cajazeiras nos seus 154 anos de emancipação

AO VIVO

Assista ao Debate de Cajazeiras completo; vários temas foram levantados para melhorar a cidade

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor