header top bar

section content

Senador Raimundo Lira destaca solenidades de Nossa Senhora da Conceição, padroeira de Campina Grande

Ele citou a importância da crença na Imaculada Conceição de Maria e o seu significado para a comunidade católica.

Por

08/12/2015 às 09h27

Lira destaca solenidades de Nossa Senhora da Conceição

O senador Raimundo Lira (PMDB-PB) destacou em suas redes sociais, nesta terça-feira (08), as solenidades em homenagem à padroeira da cidade de Campina Grande, Nossa Senhora da Conceição, que é lembrada neste dia 08 de dezembro como padroeira em Campina e em diversas cidades do país. Ele citou a importância da crença na Imaculada Conceição de Maria e o seu significado para a comunidade católica.
 
A história de Nossa Senhora da Conceição começa pela concepção da Virgem Maria, sem mancha do pecado original. O dogma da Igreja Católica diz que, desde o primeiro instante de sua existência, a Virgem Maria foi preservada por Deus, da falta de graça santificante que aflige a humanidade, porque ela estava cheia de Graça Divina.
 
O dogma também professa que a Virgem Maria viveu uma vida completamente livre de pecado. A festa da Imaculada Conceição, comemorada em 8 de dezembro, foi definida como uma festa universal em 28 de fevereiro de 1476 pelo Papa Sisto IV e solenemente definida como dogma pelo Papa Pio IX em sua bula Ineffabilis Deus, em 8 de Dezembro de 1854.
 
A Igreja Católica considera que o dogma é apoiado pela Bíblia (por exemplo, Maria sendo cumprimentada pelo Anjo Gabriel como “cheia de graça”), bem como pelos escritos dos Padres da Igreja, como Irineu de Lyon e Ambrósio de Milão. Uma vez que Jesus tornou-se encarnado no ventre da Virgem Maria, era necessário que ela estivesse completamente livre de pecado para poder gerar o Filho de Deus.
 
Solenidades em Campina Grande – Ao louvar a Nossa Senhora da Conceição, Raimundo Lira deseja inspiração aos fiéis católicos para adotar o modelo de Nossa Senhora como modelo para as nossas vidas. O senador lembrou que, em Campina Grande, a festa da padroeira foi comemorada na Catedral da cidade, do dia 29 de novembro até este 8 de dezembro. A festa se encerra no dia em que se comemora a Imaculada Conceição de Maria, de acordo com a tradição católica.
 
Para o peemedebista, a data é sempre um momento especial, que favorece a reflexão e fortalece a fé cristã, além de ser uma homenagem especial às mulheres, mães e avós de Campina Grande. Segundo Raimundo Lira, as pessoas devem, cotidianamente, seguir o exemplo de Maria, que disse sim ao convite para ser a mãe do Salvador, dizendo o seu “sim” a Deus e às coisas do Altíssimo.
 
Raimundo Lira finalizou parabenizando o Bispo de Campina Grande, Dom Manoel Delson Pedreira da Cruz; o pároco da Catedral, padre Luciano Gudes da Silva e todos os membros do clero campinense, de serviços e movimentos da Catedral Diocesana da cidade, e ao povo católico em geral, pela bonita festa da Imaculada Conceição de Maria, realizada nos últimos nove dias.
 
Assessoria de Imprensa

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor

ENTREVISTA

VÍDEO: Do vício em jogo à fama, ‘Rei das Tapiocas’ de Cajazeiras conta trajetória no programa Xeque-Mate

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan