header top bar

section content

Recebendo 160 toneladas, lixão do Sertão passa dias pegando fogo; Abrigo dos catadores foi destruído

A secretária de Meio Ambiente, Ana Lígia Medeiros destacou a ação da prefeitura em auxiliar no combate aos focos de incêndio do lixão

Por

09/11/2015 às 15h58

O lixão da cidade de Patos, no Sertão do estado recebe cerca de 160 toneladas de lixo

O lixão da cidade de Patos, no Sertão do estado, recebe cerca de 160 toneladas de lixo todos os dias, que se decompõem a céu aberto sem nenhum tratamento. Devido a grande quantidade de resíduos, o local pega fogo constantemente. 

No início deste mês, o fogo durou três dias. Segundo o tenente-coronel Saulo Laurentino, os bombeiros tentam controlar as chamas, a prefeitura disponibilizou máquinas para abrir corredores e isolar os materiais inflamáveis e conter as chamas. De acordo com o Corpo de Bombeiros de Patos, pelo menos dois hectares de terra foram atingidos pelo fogo.

Veja também:

Vereador denuncia que lixão está invadindo casas em Cajazeiras e ameaça levar para MP

O tenente-coronel explicou que apesar da fumaça provocada pelo incêndio, o trabalho do Corpo de Bombeiros do município tem conseguido reduzir o problema com a terra que está sendo colocada no local das queimadas. Ainda segundo o oficial, o motivo do incêndio é desconhecido, e pode ser de causa natural ou criminosa.

A cidade de Patos tem cerca de 106 mil habitantes, segundo o IBGE e o lixão fica apenas há 8km´s de distância do centro urbano. A média de lixo por habitante é de 1,5 kg todos os dias.

O técnico Ambiental, Nelson Tamasshiro informou que apenas 5% do total é reciclado, pois 53% dos resíduos são úmidos. A cidade não tem coleta seletiva.

Catadores
Há na cidade a Associação de Catadores, com 53 pessoas cadastradas separando o que pode ser reaproveitado e vendido. A presidente da Associação, Maria Nilma informou que o local de abrigo dos catadores foi consumido pelo fogo. “A sensação é de angústia e tristeza porque o prejuízo foi total. Tem pessoas passando necessidades”.

Os catadores reclamaram ainda de problemas de saúde adquiridas com as más condições de trabalho.

A secretária de Meio Ambiente, Ana Lígia Medeiros destacou a ação da prefeitura em auxiliar no combate aos fogos de incêndio do lixão.

Confira a repotagem do G1PB!


 

DIÁRIO DO SERTÃO

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor

ENTREVISTA

VÍDEO: Do vício em jogo à fama, ‘Rei das Tapiocas’ de Cajazeiras conta trajetória no programa Xeque-Mate

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan