header top bar

section content

Analista político diz que prefeitos não estão dormindo por causa de dívidas às vésperas da eleição

Para Jarismar Pereira, o problema poderia ter sido amenizado com antecedência se os prefeitos tivessem cortado os gastos "na carne"

Por

20/10/2015 às 17h00

O dilema do momento para a maioria dos prefeitos paraibanos – e a questão fica ainda mais complicada nas pequenas cidades do Alto Sertão – é como manter as contas em dia, sendo que as eleições municipais já estão batendo à porta e as campanhas demandam gastos.

Ora, mas o que uma coisa tem a ver com a outra, você pergunta, já que dinheiro público não pode ser investido em campanha. O dinheiro não, mas é certo que um prefeito ou prefeita que consegue arcar com os compromissos financeiros da sua gestão sai na frente na disputa, principalmente porque leva para a campanha o bom exemplo dado diante de tantos casos de falta de compromisso que se conhece por aí.

Para o comentarista político Jarismar Pereira, manter em dia os salários dos servidores públicos e, principalmente, evitar demissões de contratados e comissionados podem refletir positivamente na campanha do gestor. Porém, é justamente esse o grande calo no sapato dos prefeitos.

Usando a crise econômica do país como justificativa, mais de dez estados estão com salários atrasados, segundo Jarismar. E a situação fica ainda mais delicada no âmbito das prefeituras. Para ele, o problema poderia ter sido amenizado com antecedência.

“Se tivessem desde o princípio cortado na carne, poderiam os prefeitos entrarem nesse fim de ano com um saldo no caixa que desse para pagar os servidores. E agora? Véspera da eleição, vai cortar os comissionados, que é quem dá suporte à eleição? Os prefeitos vivem um dilema grande. Tem prefeito hoje que não está dormindo”, disse.

DIÁRIO DO SERTÃO

PROCESSO DE MIGRAÇÃO

Diretor regional na Paraíba tira todas as dúvidas sobre abertura de novas contas dos servidores estaduais no Bradesco

MENSAGEM DE ESPERANÇA

Programa Mensagem de Esperança com Sara Sheyla e Nelson Dantas

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview