header top bar

section content

Colunista de Cajazeiras diz que dono de Rádio faz acordo com o Diabo e manda povo criar vergonha

Sem poupar críticas, o comentarista da cidade de Cajazeiras declarou que o Brasil é imoral e mandou o povo criar vergonha na cara. Veja o vídeo!

Por

16/10/2015 às 18h01

O padre Francivaldo Albuquerque destacou no seu comentário “Direto ao Ponto” desta sexta-feira (16), a ‘cultura’ da corrupção, que para ele é de morte. Ele clamou que a população ‘tire as vestes da hipocrisia’.

O religioso tachou a sociedade de “corrupta, safada, de morte, de violência” e acrescentou que os poderes não funcionam devidamente porque a cultura é de vícios.

Francivaldo Albuquerque citou o exemplo do chefe de uma instituição ou o dono de uma Rádio e disparou: “Ele é corrupto faz acordo com Deus e o Diabo. É uma indústria de criar corrupto, ladrão”.

Sem poupar críticas, o religioso de Cajazeiras declarou que o Brasil é imoral e mandou o povo criar vergonha na cara. “Os políticos estão lá porque nós colocamos. Falta vergonha”.

DIÁRIO DO SERTÃO

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor

ENTREVISTA

VÍDEO: Do vício em jogo à fama, ‘Rei das Tapiocas’ de Cajazeiras conta trajetória no programa Xeque-Mate

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan