header top bar

section content

Com quase mil filiados, PMDB de Cajazeiras segue sem comando há mais de dois anos e pode ficar fora das discussões para 2016

O ex-presidente da sigla assegurou que o partido está sem rumo e os filiados de CZ não têm interesse de resolver a questão

Por

26/08/2015 às 13h52

O ex-presidente do diretório municipal do PMDB de Cajazeiras, o advogado José Audísio declarou nesta terça-feira (25), que a sigla está sem comando desde o final do seu mandato, que se encerrou no ano de 2013.

Ele explicou que tentou instalar uma Comissão Provisória para continuar os trabalhos junto aos filiados no município, mas foi mal interpretado.

“Encaminhamos o peito do diretório estadual, o senador José Maranhão, que não deu resposta”. Informou o ex-presidente.

O advogado disse que diante o impasse requereu em meados do ano passado sua desfiliação da sigla. “Não pertenço mais ao partido”.

José Audísio assegurou que o PMDB não tem diretório formalizado em Cajazeiras, não podendo decidir nada sobre as eleições municipais de 2016. 

Ele informou que os filiados estão acomodados e não buscam solucionar a questão e enquanto isso o partido fica sem ‘rumo’. 

Em Cajazeiras são filiados mai de 800 pessoas. O partido chegou a eleger sete vereadores, porém, atualmente não tem nenhum mandatário. “É preciso um soerguimento”.

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:

“Boca Quente” fala sobre Nilvan, Josival, Gutemberg e narra fato que mais lhe chamou atenção na área policial

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Padre e missionários falam sobre recuperação de dependentes químicos na região de Cajazeiras

DIÁRIO ESPORTIVO

Ao lado de grandes nomes da imprensa, Diário Esportivo debate as rodadas da Série C e D do Paraibano

PARTIU PARA O ATAQUE

VÍDEO: Júnior Araújo diz que José Aldemir vai perseguir servidores que não apoiarem campanha de Paula