header top bar

section content

Vereadores de Cajazeiras se reúnem com deputado e aliado de Denise manda recado: “Eles não mandam em mim”

O aliado da prefeita de Cajazeiras chegou a tachar a coligação proposta pelo grupo da situação de "Chapão da Morte". Vídeo!

Por

02/06/2015 às 13h36

O vereador Ivanildo Dunga (PMN) usou a Tribuna da Casa Legislativa para repudiar os colegas, que segundo ele, estava ‘fiscalizando’ a vida da prefeita Denise Albuquerque (PSB) e aproveitou para revelar sua insatisfação após reunião com o também vereador Eriberto da Cagepa (PTB), onde aliados da situação teriam feito confidências ao líder político Carlos Antonio (DEM).

Sem esconder o clima tenso com o grupo político que faz parte, a situação, Ivanildo Dunga mandou um recado duro para prefeita e seu esposo. “Vou dar o meu recado: Não é a prefeita nem Carlos Antonio que vai determinar dia, horário e o lugar para o PMN se reunir em Cajazeiras”.

Indignado, ele destacou que o parlamentar que não tem autonomia de se reunir com o seu partido não é digno de ocupar o cargo. “Entregue o cargo”. O vereador fez questão de enfatizar: “Se for para pedir autorização a Carlos Antonio para me reunir eu não faço não”.

Veja mais: 

♪Dói levar gelo♪ Imprensa estadual destaca queda e desgaste no grupo da prefeita de Cajazeiras 

Sem empolgação, prefeita de Cajazeiras tem 62% de reprovação; 51% avaliaram gestão de Denise Albuquerque como péssima. Confira! 

Ao lado de Adjamilton, Zé Aldemir anuncia saída do partido e diz: 'Não devo a Denise'

Dunga não quis revelar o nome do vereador que informou a Carlos Antonio sobre a reunião do grupo, onde o líder cajazeirense não estava ciente, mas assegurou: “Não foi Marcos Barros não”.

A polêmica foi gerada porque o deputado José Aldemir (PEN) participou da reunião com os vereadores e Eriberto da Cagepa apoiou o parlamentar e o senador Cássio Cunha Lima nas eleições passadas a revelia do grupo de situação. O vereador explicou que José Aldemir não foi convidado, mas recebia qualquer pessoa porque a reunião não era secreta.

Segundo Dunga, a reunião entre vereadores ocorreu visando as eleições de 2016, pois não aceitam a coligação proposta pelo atual grupo, que chegou a tachar de “Chapão da Morte”, pois o candidato só conseguiria se eleger com mais de 1500 votos cada um.

Acompanhe o desabafo de Ivanildo Dunga!

DIÁRIO DO SERTÃO

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor

ENTREVISTA

VÍDEO: Do vício em jogo à fama, ‘Rei das Tapiocas’ de Cajazeiras conta trajetória no programa Xeque-Mate

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan